MDA projeta uma diferença menor (14%) do que o BTG Pactual (20%) entre Bolsonaro e Haddad

0
499

Candidato do PSL venceria a eleição com 14 pontos à frente

A 141ª Pesquisa CNT/MDA, divulgada nesta segunda-feira (22) pela Confederação Nacional do Transporte (CNT) projeta uma diferença menor de Jair Bolsonaro (PSL) para Fernando Haddad (PT) do que a divulgada também nesta segunda pelo BTG Pactual (leia aqui). De acordo com o levantamento do MDA, o candidato do PSL venceria a eleição com 14 pontos à frente, enquanto o BTG diz que esta será de 20%.
​Os resultados da 141ª Pesquisa CNT/MDA mostram que, se a eleição fosse hoje, Jair Bolsonaro (PSL) seria eleito Presidente da República com 57,0% dos votos válidos, contra 43,0% de Fernando Haddad. Considerando-se os votos totais, Bolsonaro aparece com 48,8% e Fernando Haddad aparece com 36,7%, isto é, uma diferença de 12 pontos.  Dos entrevistados, 11,0% pretendem anular ou votar em branco e 3,5% de indecisos.
Considerando-se os níveis de rejeição para os candidatos, Fernando Haddad é rejeitado por 51,4% dos entrevistados e Jair Bolsonaro por 42,7%.​
A pesquisa foi realizada sábado (20) e domingo (21).  Foram ouvidas 2.002 pessoas, em 137 municípios de 25 Unidades Federativas, das cinco regiões do país. A margem de erro é de 2,2 pontos percentuais com 95% de nível de confiança. A pesquisa está registrada no TSE (Tribunal Superior Eleitoral), sob o número BR-00346/2018.
Confira os detalhes do levantamento:
Intenção de voto espontânea, em que os nomes dos candidatos não são apresentados:
  • Jair Bolsonaro: 45,8%
  • Fernando Haddad: 33,3%
  • Outros: 0,2%
  • Branco/Nulo: 11,5%
  • Indecisos: 9,2%
Intenção de voto estimulada, com apresentação dos dois nomes:
  • Jair Bolsonaro: 48,8%
  • Fernando Haddad: 36,7%
  • Branco/Nulo: 11,0%
  • Indecisos: 3,5%
Intenção de votos válidos:
  • Jair Bolsonaro: 57,0%
  • Fernando Haddad: 43,0%

​A definição de voto é definitiva para: 91,1% dos eleitores de Jair Bolsonaro e para 91,3% de Fernando Haddad.

Compartilhe
Editor chefe da Revista e do site do Maranhão Hoje. Sócio-proprietário da Class Mídia – Marketing e Comunicação