Microcrédito rural do BNB atinge marca de R$ 10 bilhões

0
827

O programa de microcrédito rural do Banco do Nordeste, o Agroamigo, atingiu a marca de R$ 10 bilhões em aplicações. O valor corresponde a 3,6 milhões de operações contratadas em onze anos de atuação do Agroamigo nos estados nordestinos e norte de Minas Gerais e Espírito Santo. No Maranhão, foram aplicados R$ 946,3 milhões, distribuídos em 343 mil operações.

“A maturidade do Agroamigo é resultado da combinação da excelência das equipes do BNB com a metodologia de sucesso de microcrédito orientado e mostra que é possível dar foco a uma política pública de larga escala, mesmo quando seu público está espacialmente disperso.

Reconhecido com premiações internacionais, o programa Agroamigo, de fato, leva o BNB a ser  o banco que faz a diferença na vida das pessoas”, afirma o superintendente de Microfinança Rural e Agricultura Familiar do Banco do Nordeste, Alex Araújo.

Apenas em 2016, o Agroamigo disponibilizou R$ 1,9 bilhão em 481 mil operações de microcrédito, aumento de 7,4% em relação ao ano anterior. A expectativa do Banco do Nordeste é de que em 2017 sejam investidos mais de R$ 2,2 bilhões, mantendo o programa como o maior da América Latina no segmento de Microfinança Rural.

A metodologia do Agroamigo permite a pulverização dos financiamentos e o atendimento aos clientes na própria comunidade rural, com as vantagens do crédito orientado e acompanhando, concedido de forma gradual, conforme as necessidades do empreendimento.

O Agroamigo Crescer financia até R$ 4 mil para agricultores com renda anual máxima de R$ 20 mil, enquadráveis no grupo B do Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf). No Agroamigo Mais, produtores que possuem rendimentos de até R$ 360 mil ao ano podem ser beneficiados com crédito de até R$ 15 mil.

(Agência BNB)

Compartilhe
Aquiles Emir
Editor chefe da Revista e do site do Maranhão Hoje. Sócio-proprietário da Class Mídia – Marketing e Comunicação