Ministério do Meio Ambiente apoia a realização da Copa Verde

0
685

O secretário executivo do Ministério do Meio Ambiente, Marcelo Cruz, esteve reunido na quinta-feira (2/02), na sede da CBF, no Rio de Janeiro, para discutir o apoio do MMA à Copa Verde de 2017. O encontro foi um desdobramento da primeira reunião do ministro do Meio Ambiente, Sarney Filho com dirigentes da entidade na semana passada, ocasião em que foi firmada a parceria do MMA com a CBF nas ações voltadas para a sustentabilidade nos jogos deste ano.

Participaram da reunião o vice- presidente da CBF , Antônio Nunes, o secretário-geral, Walter Feldman, o diretor de Competições,  Manoel Flores, além de dirigentes das áreas de Comunicação, Marketing e Marcelo Lopes, responsável pelas ações da Copa Verde.

Marcelo Cruz falou sobre a importância da iniciativa para o Ministério do Meio Ambiente, já que a Copa Verde vai ao encontro das diretrizes de trabalho anunciadas pelo ministro Sarney Filho.

“Com este trabalho conjunto poderemos sensibilizar de forma mais efetiva a sociedade brasileira para as atitudes que se fazem necessárias para chegarmos a uma economia de baixo carbono”, afirmou.

Sustentabilidade – A Copa Verde é um campeonato de futebol disputado por equipes das regiões Norte e Centro-Oeste e do estado do Espírito Santo. A competição é acompanhada de ações que estimulam a consciência ecológica, como a reciclagem de materiais, concursos de redação com temas ambientais, aulas de futebol para crianças em situação de vulnerabilidade e compensação das emissões de gás carbono.

Em 2016, os torcedores puderam trocar garrafas pet por ingressos numa máquina de trocas inovadora, configurando a primeira competição carbono zero do futebol brasileiro. No total, foram 1.951 quilos de garrafas pet trocados por 13 mil ingressos. Os resíduos foram destinados a quatro cooperativas do Movimento Nacional de Catadores para reciclagem.

Compartilhe
Editor chefe da Revista e do site do Maranhão Hoje. Sócio-proprietário da Class Mídia – Marketing e Comunicação