Ministério Público premia as melhores reportagens do ano

0
2055

Na manhã desta terça-feira (18), em solenidade realizada no Centro Cultural e Administrativo do MPMA, o Ministério Público do Maranhão divulgou os vencedores do Prêmio de Jornalismo do MPMA – edição 2018. Na categoria Jornalismo Impresso, a vencedora foi Patrícia Cunha, de O Imparcial, reportagem “Elas querem ser vistas”, que aborda a situação de pessoas transexuais que lutam por direitos e visibilidade dentro da sociedade; No telejornalismo, o vencedor foi Marcos Reis, da TV Metropolitana (Band), com a reportagem “MP lança campanha contra fake news”; no radiojornalismo, Borges Júnior, da Rádio Universidade FM, com o trabalho “Observatório da Intolerância Política – Maranhão 2018: o Ministério Público recebe representação criminal oferecida contra universitário que incitava ódio e defesa de eliminação LGBTQI+ nas redes sociais”; no webjornalismo, Rafael Cardoso, do site G1 Maranhão, ganhador com a reportagem intitulada “Médico assumiu o risco de levar o bebê à morte, afirma o Ministério Público; pai pede justiça”;e na categoria estudante, Sanndila Drielle Torres Brito, do curso de Comunicação Social da UFMA, com pela campanha “Pau de Arara nunca mais: o MP na defesa do transporte escolar de qualidade”.

Patrícia Cunha, de O Imparcial, venceu na categoria Jornalismo Impresso e Destaque
Rafael Cardoso, do Portal G1, foi vencedor na categoria webjornalismo
Marcos Reis, da TV Metropolitana, afiliada da Band, venceu na categoria Telejornalismo
Sanndla Torres, alunos do Curso de Comunicação Social da UFMA, venceu na categoria Estudantes

 

 

Compartilhe
Editor chefe da Revista e do site do Maranhão Hoje. Sócio-proprietário da Class Mídia – Marketing e Comunicação