Ministros do Turismo e Meio Ambiente estimulam visitas a parques nacionais

0
597
31 de Janeiro de 2017 - Ministro do Turismo, Marx Beltrão, Reunião com Min Sarney Filho - Meio Ambiente . Foto: Roberto Castro/Ascom/MTur

Os ministros do Turismo, Marx Beltrão, e do Meio Ambiente, Sarney Filho, reuniram-se na última terça-feira (31) para traçar uma estratégia de melhor aproveitamento dos parques nacionais. A ideia é permitir que os visitantes tenham acesso a infraestrutura e serviços adequados nas unidades de conservação por meio de concessões.

Apesar de o Brasil ser considerado o melhor país do mundo em atrativos naturais pelo Fórum Econômico Mundial, os parques nacionais recebem 7,1 milhões de visitantes enquanto os EUA recebem 307 milhões.

Atualmente, o Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) está com três Procedimentos de Manifestação de Interesse (PMI) abertos. As publicações autorizam a elaboração de estudos de viabilidade técnica, econômica e financeira para servir de base a concessões nos parques nacionais da Chapada dos Guimarães (MT), dos Lençóis Maranhenses (MA) e da Serra da Bodoquena (MS). Este é o primeiro passo para permitir que as unidades de conservação recebam infraestrutura e serviços para melhor atender o visitante. Para acessar o edital do PMI clique aqui.

“O turismo é a atividade que mais tem condições de ajudar na preservação do meio ambiente porque os destinos dependem dos atrativos naturais para garantir a sustentabilidade dos negócios”, comentou Marx Beltrão. Sarney Filho destacou que o melhor aproveitamento dos parques por meio de concessões é um programa central do Ministério do Meio Ambiente.

Ele lembrou que, em dezembro, foram apresentados os projetos de concessão de serviços turísticos nos parques de Brasília (DF), Chapada dos Veadeiros (GO) e Pau Brasil (BA). Clique aqui para ter mais informações.

As equipes técnicas dos ministérios do Turismo e do Meio Ambiente voltarão a se reunir para acertar os termos do acordo de cooperação técnica a ser assinado entre as duas pastas. A ideia é definir as atribuições e responsabilidades de cada uma das partes na execução de plano para melhor aproveitamento dos parques nacionais.

(MTur)

Compartilhe
Editor chefe da Revista e do site do Maranhão Hoje. Sócio-proprietário da Class Mídia – Marketing e Comunicação