Missão de Carlos Brandão na Europa atrai investimentos e fortalece turismo no Maranhão

62

Vila Galé será instalada no Centro Histórico de São Luís

A visita da comitiva do governo do Maranhão a Portugal, a fim de promover encontro com representantes da rede hoteleira Vila Galé – que terá em breve uma unidade inaugurada na Praia Grande, em São Luís – e à França, para defender a candidatura dos Lençóis Maranhenses ao título de Patrimônio Natural da Humanidade, foram os objetivos centrais da missão internacional liderada pelo governador do Maranhão, Carlos Brandão.

Em entrevista ao quadro bastidores, do Bom Dia Mirante, da TV Mirante, e também ao Comando da Manhã, da Rádio Timbira AM, Brandão reforçou a importância da missão na Europa para a geração de trabalho, emprego e renda no estado.

“Fomos dialogar com a Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO) para apresentar os trabalhos que fizemos nos Lençóis Maranhenses, que está concorrendo a este importante título e vai abrir novas portas para o mercado do turismo e fortalecer a nossa renda”, afirmou Brandão, que disse estar otimista com a conquista do título e ressaltou, ainda, o apoio do ex-presidente José Sarney e do presidente Luiz Inácio Lula da Silva à candidatura.

Sobre a agenda em Lisboa, o governador pontuou que a Vila Galé será instalada no Centro Histórico de São Luís, com investimentos de mais de R$ 50 milhões de reais.

“Durante a obra, serão gerados 300 empregos. Depois do hotel cinco estrelas pronto, serão 100 empregos diretos criados, para atender ao nosso povo. Esse modelo já existe no Brasil, como em Salvador e no Rio de Janeiro, (…) e estou muito satisfeito que estão apostando no Maranhão, em um momento que vemos essa abertura para o nosso estado”, informou Brandão.

Para Gonçalo Almeida, CEO da Vila Galé, a parceria econômica com o Maranhão é uma oportunidade de oferecer uma experiência turística única. “Poder oferecer esta experiência foi o que nos levou ao Maranhão, o que hoje é o nosso desafio. Acreditamos que vamos conseguir agilizar com a prefeitura de São Luís e o governo do Estado, para que em 2024 já tenhamos um Hotel Vila Galé referência no Maranhão e no Brasil”, reforçou.

Também integraram a comitiva: o secretário de Programas de Estado de Desenvolvimento Econômico (Sedepe), José Reinaldo Tavares e o adjunto da pasta, Geraldo Carvalho; o secretário de Estado do Turismo (Setur), Paulo Matos – além do embaixador do Brasil em Portugal, Raimundo Carreiro, que afirmou que a parceria Maranhão/Portugal só terá a somar na melhoria da situação de vida de milhares de maranhenses.

“Com o Vila Galé, será feito um alto investimento na área hoteleira do Maranhão, assim como na área histórica do estado, em São Luís. O que significa ainda mais geração de emprego, renda e melhorias para os turistas, que vão conhecer as belezas do Maranhão, como para a população. Um benefício para o povo”, disse o embaixador.

Em agosto de 2022, Raimundo Carreiro Silva esteve no Maranhão para tratar de assuntos relacionados ao fortalecimento das relações institucionais e comerciais entre Maranhão e Portugal, sobretudo em assuntos relacionados à atividade turística com destaque para voos internacionais. Na ocasião, foram debatidas ações conjuntas e em parceria para viabilizar a captação de um voo charter (fretado) ligando São Luís – Lisboa – São Luís.

Comitê maranhense – Representante brasileiro no processo para o tombamento de patrimônios da humanidade junto a UNESCO, o Maranhão conta com um comitê maranhense de acompanhamento da disputa do estado pela conquista do título, liderado pelo secretário de Estado do Turismo, Paulo Matos.

O comitê conta, ainda, com a participação de secretarias estaduais parceiras, além das prefeituras municipais e demais entidades públicas e privadas fomentadoras desta importante iniciativa.

Vale destacar que, durante os compromissos do governador do Maranhão na UNESCO, em Paris (França), Brandão ressaltou as ações e programas integrados que viabilizam a conservação das riquezas naturais do estado por meio de uma educação consciente, a exemplo das propostas apresentadas pela UNESCO, como “Cidade Criativa” e “Educação Verde”, com foco no âmbito ambiental.

“Vamos dar todos os encaminhamentos possíveis, vamos reunir com diversas secretarias. Já convidamos as prefeituras do Parque dos Lençóis. Eu não tenho dúvida nenhuma de que esse Comitê irá ter uma importância e relevância muito grande, para que a gente possa ter, finalmente, dois sítios como patrimônio da humanidade”, acrescentou o secretário Paulo Matos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui