Morte da prefeita de Guimarães enlutece a classe política maranhense

0
768

A morte da prefeita do município de Guimarães, Benedita Margarete Matos Ribeiro (PV), ocorrida na madrugada desta segunda-feira (21) no Hospital São Domingos, em São Luís, aos 57 anos, deixou enlutada a classe política maranhense. Ela lutava contra um câncer diagnosticado ainda em 2017.

Filiada ao Partido Verde, Margarete Matos foi eleita em 2016 com 3.314 votos (44.35%) e o seu sucessor é o vice Osvaldo Luís Gomes (PDT).

Em nota, o presidente da Federação dos Municípios (Famem), Cleomar tema, disse que o Maranhão está de luto. “Perdemos uma colega que se notabilizou pela garra, pela dedicação e pela coragem”, disse ele.

Segue na íntegra a nota do presidente da Famem:

O presidente da Federação dos Municípios do Estado do Maranhão (FAMEM), Cleomar Tema lamentou profundamente a morte da prefeita Margareth Ribeiro, vitimada por um câncer. Ela estava internada no Hospital São Domingos e sua morte aconteceu na madrugada desta segunda-feira (21).

“O municipalismo do Maranhão está de luto. Perdemos uma colega que se notabilizou pela garra, pela dedicação e pela coragem. Foi uma gestora extremamente competente, que foi abraçada pelo povo de Guimarães. Nós, prefeitos e o povo de Guimarães estamos entristecidos com sua partida.  Deixa uma grande lacuna na política do nosso Estado”, afirmou Cleomar Tema.

 

Compartilhe
Editor chefe da Revista e do site do Maranhão Hoje. Sócio-proprietário da Class Mídia – Marketing e Comunicação