Morte de filho do técnico do Cerro Porteño provoca adiamento de jogo contra o Fluminense pela Libertadores

0
170

Duelo que seria amanhã no Maracanã foi transferido para 3 de agosto

A Conmebol adiou o jogo de volta das oitavas de final da Copa Libertadores entre Cerro Porteño e Fluminense, após a morte do filho do treinador da equipe paraguaia, Francisco Arce, em um acidente de trânsito. O jogo estava marcado para a terça-feira (20), no Estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro.

De acordo com a Conmebol, a partida será disputada em 03 de agosto, às 19h15, no mesmo local.

O filho de Francisco Arce, Alexandro, de 20 anos, morreu na madrugada deste domingo (18), após o carro que dirigia bater em uma árvore na avenida que leva ao principal aeroporto do país nos arredores de Assunção.

A nota disse que o adiamento da partida era devido ao “angustiante acontecimento e à sensibilidade do momento”. Arce foi uma das estrelas da seleção paraguaia na década de 1990 e se destacou como lateral direito de Palmeiras e Grêmio, além de ser treinador da seleção nacional duas vezes.

O Fluminense venceu o jogo de ida por 2 a 0, disputado em Assunção, em 13 de julho, com uma polêmica atuação do assistente e do encarregado pelo VAR, que foram suspensos por terem anulado um gol do time local por um impedimento que não existiu.

As oitavas de final da Libertadores começaram semana passada, depois de uma pausa do torneio pela disputa da Copa América no Brasil.

(Agência Brasil com informações da Reuters)

Compartilhe
Editor chefe da Revista e do site do Maranhão Hoje. Sócio-proprietário da Class Mídia – Marketing e Comunicação