Morte do radialista Silvan Alves repercute nos meios político e jornalístico

194

Timbira e Difusora foram seus últimos locais de trabalho

A morte do jornalista e radialista Silvan Alves, ocorrida nesta segunda-feira (20), foi lamentada pelo Governo do Estado, Prefeitura de São Luís, Assembleia Legislativa e outras instituições públicas e privadas. Ele estava internado na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do Araçagi, para onde foi levado após complicações em consequência de um AVC e de covid-19 que contraiu em 2021. Revelado na crônica policial, Silva ultimamente trabalhava na TV Difusora (SBT) e Rádio Timbira (emissora oficial do Estado).

A Timbira, num comunicado pelas redes sociais destacou que “a alegria de Silvan Alves sempre nos contagiou e assim vamos guardar estes bons momentos. Seu estilo único e super respeitado por onde passava vai nos inspirar. As despedidas são sempre difíceis, mas nós temos muito a agradecer e aqui expressamos nossos sentimentos à sua família”.

Acompanhe outras manifestações de pesar

Governo do Maranhão

O Governo do Maranhão manifesta profundo pesar pelo falecimento do jornalista e radialista Silvan Alves, ocorrido na tarde desta segunda-feira (20).

No ar pela Rádio Timbira com o programa Ronda 1290, Silvan lutava contra sequelas causadas por um Acidente Vascular Cerebral (AVC) desde 2021.

Após dar entrada na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do Aracagy no último domingo, ele não resistiu e faleceu aos 60 anos.

Silvan Alves consolidou sua carreira na editoria de polícia, com destaque para o programa Bandeira 2, comandado por ele durante muito tempo.

Prefeitura de São Luís

A segunda-feira (20) nos trouxe a triste notícia da morte do jornalista Silvan Alves.

Irreverente, Silvan se tornou referência para o jornalismo policial, fazendo escola e história na comunicação maranhense.

Que Deus conforte a família e os amigos de Silvan neste momento de profundo pesar.

    • Igor Almeida
    • Secretário Municipal de Comunicação

Assembleia Legislativa

A Diretoria de Comunicação da Assembleia Legislativa do Maranhão lamenta, com profundo pesar, o falecimento do jornalista e radialista Silvan Alves, 60 anos, ocorrido nesta segunda-feira (20), em São Luís.

O apresentador comandou o programa Bandeira 2 na TV Difusora e o programa policial Ronda1290, na Rádio Timbira do Maranhão.     Com estilo próprio, consolidou-se como um grande comunicador no Maranhão, sendo admirado por várias gerações de profissionais.

Neste momento de profunda dor, a Diretoria de Comunicação da Assembleia Legislativa e toda sua equipe de profissionais manifestam condolências aos familiares e amigos de Silvan Alves, desejando forças para superarem a dor da imensurável perda.

Jacqueline Barros Heluy
Diretora de Comunicação da Assembleia Legislativa do Maranhão

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui