Na despedida de Diego Ribas e Diego Alves, Flamengo é derrotado pelo rebaixado Avaí no Maracanã

50

Rubro-negro prepara-se agora para disputa do Mundial

Na tarde deste sábado (12), no jogo de despedida do camisa 10 Diego Ribas e do goleiro Diego Alves, no Rio de Janeiro, o Flamengo perdeu para o rebaixado Avaí por 2 a 1. A partida era válida pela última rodada do Campeonato Brasileiro.

Apesar da derrota, os dois atletas foram vacionados pela torcida que lotou o Maracanã, e eles concederam coletiva após a partida, quando o meia analisou a passagem da camisa 10 para Gabi e falou sobre o Mundial de Clubes.

“A vida é isso. Nós vamos vivendo e passamos para os próximos. Fui privilegiado de viver o que vivi com a camisa 10 do Flamengo. Inspira muito a camisa do Zico. O Gabi vai representá-la de forma maravilhosa. O gesto é por tudo que acredito”, disse.

“Temos que focar nas pessoas, foi o que fiz, sabendo que o momento iria chegar. É o momento dele com a camisa 10, está na história do clube e gosta de desafios. Foi um gesto de seja feliz e receba tudo de bom que posso passar.Que sinta o mesmo prazer que senti ao vesti-la”, acrescentou completou.

Sobre o Mundial de Clubes, Diego revelou que deve estar com a delegação na competição mais importante da próxima temporada, mesmo que não esteja mais no elenco.

Segundo o atleta, o momento é de curtir com a família e projetar a sequência da vida.

Goleiro – Com seis temporadas, 217 jogos, 11 títulos, Diego Alves encerrou sua passagem como goleiro do Flamengo . Após a derrota para o Avaí, fez um balanço de sua passagem pelo clube e sobre o futuro, quando deixou em aberto o seu destino, pois só decidirá após curtir férias com a família.

“No momento, eu penso em desfrutar com minha família. Foi um ano puxado de viagens. Dar uma desconectada, ainda não decidi. Quero decidir com calma. Uma decisão antecipada, com emoção, pode não ser a correta. Para janeiro, fevereiro, tomo uma decisão, Momento é de curtir, relaxar com a família. Minha decisão será pensada com calma. Vamos ver o que acontece”, afirmou o camisa 1.

Contratado em julho de 2017, Diego Alves se despede do Flamengo com 11 títulos e 217 partidas. Em meio a tantas conquistas, jogos marcantes e defesas de pênaltis, este sábado foi o mais especial.

“O dia de hoje… Para mim não tem preço, é um agradecimento por todos os dias trabalhados e a construção de tudo até hoje. Por tudo o que aconteceu. Nomear um título ou defesa não teria importância aos demais. Hoje foi um dos dias mais especiais da minha vida”.

(Com informações e imagem do Netfla)

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui