Na estreia de Rogério Ceni no Paulistão, Audax surpreende São Paulo

0
585

A estreia de Rogério Ceni como treinador do São Paulo em uma partida oficial não foi nada animadora. Na tarde deste domingo, diante do Audax, o time da capital não conseguiu superar o bom passe do adversário e acabou derrotado por 4 a 2. A partida aconteceu na Arena Barueri e foi válida pela primeira rodada do Paulistão Itaipava.

Como já era esperado pela característica dos dois times, Audax e São Paulo fizeram um jogo muito aberto na primeira etapa. Com um ataque bem encaixado, o time de Fernando Diniz não demorou para abrir o placar. Logo aos oito minutos, Marquinho aproveitou a falha da defesa adversária e acertou um bonito chute, sem chances para Sidão. Dois minutos depois, em mais um rápido contra-ataque, Pedro Carmona marcou o segundo do clube mandante.

Apesar do resultado adverso, o time de Rogério Ceni conseguiu se recuperar, com dois gols do atacante Chávez. Aos 29 minutos, o argentino recebeu um passe preciso de Cueva e, de frente para Fellipe Alves, chutou no canto, sem chances de defesa. Quando a partida já se encaminhava para o intervalo, o centroavante deixou o seu segundo tento nas redes do Audax. Dessa vez o jogador saiu da marcação de André Castro e chutou com força, de pé esquerdo, aos 36 minutos.

Como é característica do clube de Osasco, o time voltou para a segunda etapa com o mesmo estilo. Desta vez, porém, o São Paulo estava melhor postado e tinha o controle do jogo até levar o terceiro gol. Aos nove minutos, os mandantes se aproveitaram de uma cobrança de bola parada, Felipe Rodrigues subiu mais que o marcador e desviou sem chances de defesa para Sidão.

O que já estava ruim ficou ainda pior para a equipe de Rogério Ceni. Aos 31 minutos, Gabriel Leite foi derrubado por João Schmidt entro da área e o árbitro assinalou o pênalti. Na cobrança, Pedro Carmona chutou forte no canto esquerdo e fez mais um.

O time de Osasco volta a campo no próximo sábado, às 17 horas, no estádio Gilberto Siqueira Lopes, em Lins, contra o Linense. Já o Tricolor atuará no Morumbi, diante da Ponte Preta, no domingo, às 17 horas. As partidas serão válidas pela segunda rodada.

Virada – De virada, a Ponte Preta estreou com vitória no Paulistão Itaipava ao bater a Ferroviária por 2 a 1 na noite deste domingo (5) no Estádio Moisés Lucarelli. O estreante Lucca, ex-Corinthians, foi o grande destaque da partida, com um gol e uma assistência para William Pottker. Tiago Marques fez para o time de Araraquara.

A vitória da Ponte Preta deixou o Grupo D embolado, pois Santos, Osasco Audax e Mirassol também ganharam na primeira rodada. Já no Grupo B, todos os times – Ferroviária, São Paulo, Red Bull Brasil e Linense – foram derrotados e estão zerados.

Logo aos 11 minutos, a Ferroviária pressionou a Ponte Preta na saída de bola e acabou abrindo o placar depois de Lucca ser desarmado no campo de defesa. Tiago Marques recebeu dentro da área, cortou Kadu e bateu no canto de Aranha. Jogando em casa, o time campineiro se lançou ao ataque e o empate só veio aos 40. Matheus defendeu chute forte de Lucca e o rebote sobrou novamente para o atacante, que só rolou para William Pottker marcar.

No segundo tempo, a Ponte passou a ter mais posse de bola, mas encontrava dificuldades para escapar da marcação da Ferroviária. Até os 29 minutos, quando Clayson cruzou rasteiro e Lucca, na marca de pênalti, bateu de primeira. Matheus chegou a tocar na bola, mas não o bastante para evitar o gol. Na sequência, Lucca desperdiçou sem goleiro e Clayson acertou o travessão.

A Ponte Preta volta a campo no próximo domingo (12) contra o São Paulo às 17 horas no Morumbi, enquanto a Ferroviária recebe o Mirassol no sábado (11) também às 17 horas na Arena Fonte Luminosa.

Compartilhe
Editor chefe da Revista e do site do Maranhão Hoje. Sócio-proprietário da Class Mídia – Marketing e Comunicação