Na Séria A, Botafogo vence e vai ao sexto lugar; na Série B, Botafogo vence e vai à liderança

0
578

Na briga direta pelo G-6 do Campeonato Brasileiro, Botafogo e Sport se enfrentaram nesta Segunda Campeã no complemento da 14ª rodada. Dominando as ações do jogo, o Alvinegro venceu por 2 a 1 e subiu para o sexto lugar, com 22 pontos. O Leão, com 21, acabou descendo para a oitava posição.

Buscando a vitória para subir na tabela, o Botafogo partiu para o ataque já no início do jogo. Com um minuto de bola rolando, Gilson cobrou falta na segunda trave, Carli cabeceou para a área, e Rodrigo Lindoso colocou o time carioca na frente: 1 a 0. O Sport não se abalou e reagiu. Começou a pressionar e empatou aos sete minutos. Após falta cobrada na área, Diego Souza desviou, e Durval chutou e viu Jefferson espalmar para frente. Rithely aproveitou o rebote e completou para o fundo da rede: 1 a 1.

Na volta do intervalo, os times seguiram criando boas chances, mas o Botafogo era quem apresentava maior risco. Após boas chegadas com João Paulo e Pimpão, o Alvinegro ampliou aos 24 minutos. Roger recebeu lançamento de Pimpão, girou e achou Guilherme, que invadiu a área e bateu cruzado de esquerda para deixar o Botafogo em vantagem. O time seguiu dominando as ações e quase marcou cinco minutos depois, quando João Paulo acertou a trave de Agenor. O Sport tentou reagir, mas não conseguiu passar pela marcação adversária.

Série B – Fechando a décima rodada da Série C do Campeonato Brasileiro, Botafogo de Ribeirão Preto e Bragantino se enfrentaram nesta segunda-feira (17), no Estádio Santa Cruz, em Ribeirão Preto (SP). Com gol nos acréscimos, o Pantera venceu por 1 a 0 e voltou à liderança do Grupo B, com 17 pontos. Já o Massa Bruta, com dez, segue na nona posição.

Botafogo e Bragantino fizeram um primeiro tempo equilibrado. Apesar de ter mais posse de bola, o Pantera encontrou dificuldades para achar espaço na área do Massa Bruta. A melhor chance para o Bota foi com Vitinho, aos 22 minutos, que ficou cara a cara com o goleiro Renan Rocha, mas foi travado na finalização. Depois, aos 35, foi a vez do Braga quase marcar. Chorão passou para Everton, que estava sozinho na área, mas não acertou o domínio da bola.

O segundo tempo permaneceu com o mesmo ritmo. A melhor chance foi para o lado do Botafogo, aos 18 minutos. Sem marcação, Wesley recebeu na intermediária, avançou e bateu forte. A bola passou com perigo pelo lado direito da trave de Renan Rocha. Com o mesmo equilíbrio da etapa inicial, o placar ia seguindo inalterado até os instantes finais. Aos 47, Wesley recebeu próximo à entrada da área e bateu forte, no ângulo: 1 a 0.

(CBF e foto do Botafogo.com)

Compartilhe
Aquiles Emir
Editor chefe da Revista e do site do Maranhão Hoje. Sócio-proprietário da Class Mídia – Marketing e Comunicação