Navio é desencalhado e levado ao porto da Alumar para descarregar bauxita

565

Embarcação ainda passará por inspeção antes de voltar a navegar

Após ficar cinco dias encalhado num banco de areia na Baía de São Marcos, o navio “Forte de São Felipe” foi desencalhado no início da noite desta quinta-feira (22), segundo informação da Capitania dos Portos do Maranhão (CPMA). O desencalhe ocorreu por volta das 18h, trinta minutos antes da preamar (maré de maior altura prevista para o dia), conforme notícia do G1 Maranhão.

Após a flutuação e constatado que estava sem avaroias, isto é, em condições seguras de navegação, a embarcação seguiu para atracar no Porto da Alumar, para onde levou a carga de vinte toneladas de bauxita, que transportava de Juriti (PA).

De acordo com a Marinha,  a situação foi  resolvida sem a necessidade de uma plano especial de desencalhe, e não houve danos ao meio ambiente.  

O navio ainda será avaliado pela Sociedade Classificadora (Instituição que garante a segurança, confiabilidade e conformidade das embarcações) para verificar as condições de navegabilidade. Se parecer fora favorável, a embarcação estará apta a navegar.

A Capitania dos Portos informou também que “está em andamento um Inquérito Administrativo para apurar as causas do encalhe, o que temporariamente impede a continuidade de sua operação normal”.

O navio encalhou sábado (17), quando seguia para o porto da Alumar, e fez uma manobra próxima ao banco de areia. Segundo especialistas, bastava um giro de 180º, porém ele fez a manobra mais aberta e saiu do canal.

Além da bauxita, utilizada para produção de alumina, o navio carregava água e combustível.

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui