Metro quadrado da construção civil no Maranhão custa R$ 1.017

0
4540

O Índice Nacional da Construção Civil (Sinapi) subiu para 0,27% em janeiro, informou nesta quinta-feira (08), no Rio de Janeiro, o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). A taxa ficou 0,09 ponto percentual acima da de dezembro de 2017, o que significa que o aumento de preços foi mais intenso. Em janeiro do ano passado, a inflação – medida pelo Sinapi – foi de 0,38% e, desde então, o índice acumulou 3,71% em 12 meses, e pelo levantamento o custo média do metro quadrado no Maranhão é de 1.017,52.

Segundo a pesquisa, o custo médio nacional da construção civil, por metro quadrado, foi de R$ 1.069,61 em janeiro último. Desse valor, R$ 547,70 são relativos a materiais de construção e R$ 521,91 abrangem a mão de obra contratada para as obras.

Os dados do IBGE mostram ainda que a inflação foi mais intensa para os materiais de construção, que variaram 0,50%. Para a mão de obra, o índice de preços variou 0,04%, com uma queda de 0,18 ponto percentual em relação a dezembro de 2017.

Em doze meses, no entanto, a mão de obra acumula variação de 9,45% e os materiais, de 2,98%. Considerando a desoneração da folha de pagamentos do setor, o índice mensal de preços de janeiro foi mais alto na Região Sudeste, onde a inflação da construção civil foi de 0,46%.

Em 12 meses, o Sudeste acumula alta de 3,81%. O Nordeste (4,21%) e o Centro-Oeste (4,11%) tiveram maior encarecimento de preços. A Região Norte registra tanto o menor Sinapi mensal, com 0,12%, quanto o menor valor anual, com 1,67%.

Veja no quadro como foi o comportamento da construção nos estados:


Variável
Custo médio m² – moeda correnteCusto médio m² – número-índiceCusto médio m² – variação percentual em doze mesesCusto médio m² – variação percentual no anoCusto médio m² – variação percentual no mês
UnidadeReaisNúmero-índice%%%
Unidade Geográfica
Acre1.175,49623,994,260,020,02
Alagoas990,86495,135,250,330,33
Amapá1.062,33516,051,340,820,82
Amazonas1.033,87506,211,320,270,27
Bahia988,10523,045,000,330,33
Brasil1.069,61535,403,710,270,27
Ceará993,97574,093,950,050,05
Centro-Oeste1.081,68552,244,11-0,13-0,13
Distrito Federal1.125,12496,815,390,190,19
Espírito Santo975,59541,113,190,400,40
Goiás1.069,15564,744,56-0,03-0,03
Maranhão1.017,52536,024,190,130,13
Mato Grosso1.074,32612,952,60-0,45-0,45
Mato Grosso do Sul1.058,24497,594,12-0,17-0,17
Minas Gerais1.000,89550,804,310,090,09
Nordeste994,66537,284,210,270,27
Norte1.066,91531,591,670,120,12
Paraná1.081,29517,152,100,270,27
Paraíba1.038,36574,154,560,060,06
Pará1.047,56502,130,760,000,00
Pernambuco976,64522,172,09-0,01-0,01
Piauí1.017,99676,523,030,420,42
Rio Grande do Norte984,94496,438,232,172,17
Rio Grande do Sul1.059,37480,893,720,110,11
Rio de Janeiro1.196,49545,284,130,260,26
Rondônia1.110,92619,344,250,000,00
Roraima1.112,78462,141,940,110,11
Santa Catarina1.200,63650,385,70-0,07-0,07
Sergipe934,41496,623,15-0,03-0,03
Sudeste1.116,94534,623,810,460,46
Sul1.106,85529,323,530,130,13
São Paulo1.166,18526,793,470,720,72
Tocantins1.120,81589,333,12-0,08-0,08

 

Compartilhe
Editor chefe da Revista e do site do Maranhão Hoje. Sócio-proprietário da Class Mídia – Marketing e Comunicação