Levantamento da Federação do Comércio atesta otimismo de empresários em fevereiro

0
338

O Índice de Confiança do Empresário do Comércio (Icec), medido pela Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado do Maranhão (Fecomércio), divulgado nesta sexta-feira (28), alcançou 134,1 pontos em São Luís no mês de fevereiro. O indicador avalia o nível de otimismo empresarial do setor comercial em uma escala que vai de 0 a 200 pontos e o resultado foi o melhor desde novembro de 2013, quando o índice marcava 137,2 pontos.

Sendo um importante indicador, que mede a percepção dos empresários do comércio sobre o nível atual e futuro de propensão a investir em curto e médio prazo, o estudo revelou que a confiança do empresário do comércio avançou +0,8% na comparação com o mês anterior e +3,6% em relação ao mesmo período do ano passado.

Com o mais alto nível de otimismo dos últimos seis anos, os indicadores com maior destaque em valores absolutos são aqueles que medem as expectativas futuras do empresário, com média de 171,4 pontos, especialmente as expectativas com o desenvolvimento das empresas (175,2 pontos), do comércio em geral (169,6 pontos) e da economia brasileira (169,4 pontos).

O único indicador avaliado abaixo dos 100 pontos, considerada a zona de indiferença da confiança empresarial, é a percepção sobre a situação atual dos estoques com 94,6 pontos. Esse item apresentou variação negativa de -2,9% na passagem de janeiro para fevereiro e de -0,3% na comparação com fevereiro de 2019.

Recuperação – Apesar de ainda sendo puxado pela confiança com as expectativas futuras, ou seja, de médio e longo prazo para a efetiva recuperação econômica, o índice revelou que a percepção sobre a melhoria das condições atuais também vem se solidificando no meio empresarial. O indicador que mede a avaliação do empresário quando à situação atual marcou 115,4 pontos, com aceleração de +4,6% em relação ao mês anterior e de +9,9% na comparação com o mesmo período do ano passado.

“Temos um momento em que o setor empresarial vai percebendo os impactos positivos do atual cenário econômico na realidade das suas empresas. O controle da inflação e a política de redução dos juros vai abrindo espaço para o aquecimento das vendas, que, por sua vez, tendem a surtir efeitos tão logo sobre o mercado de trabalho e a renda, estendendo os efeitos otimistas dessa recuperação também para os consumidores”, avalia o presidente da Fecomércio-MA, José Arteiro da Silva.

No que se refere à ampliação do mercado de trabalho, a pesquisa mostra que o indicador de intenção de contratação de funcionários está com 138,2 pontos, com elevação de +2,9% em relação a fevereiro de 2019. Esse resultado aponta para a tendência de recuperação do mercado de trabalho no comércio de São Luís ao longo deste ano de 2020.

 

Compartilhe
Editor chefe da Revista e do site do Maranhão Hoje. Sócio-proprietário da Class Mídia – Marketing e Comunicação