Neymar e Danilo participam do último treino da Seleção Brasileira para enfrentar a Coreia do Sul

34

Partida é válida pelas oitavas de final da Copa do Mundo 

A Seleção Brasileira encerrou sua preparação para o duelo contra a Coreia do Sul. Com a presença do lateral Danilo e do atacante Neymar, ambos recuperados de lesão, a equipe brasileira treinou neste domingo no Grand Hamad Stadium.

O jogo pelas oitavas de final da Copa do Mundo Fifa Qatar 2022 está marcado para esta segunda-feira (05), às 16 horas (horário de Brasília), no 974 Stadium.

O capitão brasileiro nesse duelo decisivo será Thiago Silva. Poupado na última partida da fase de grupos contra Camarões, o defensor retorna ao time nesta segunda-feira e elogiou a decisão da comissão técnica em relação ao planejamento feito para a competição.

“Nós não temos certeza sobre a nossa continuidade. O que a gente tem controle é da preparação e do planejamento. O planejamento foi feito. Como todas as decisões, o risco existe. Quando se sai de casa já tem um risco. Esse risco valeu a pena correr para que a gente estivesse bem fisicamente, tirando o Alex Telles e o Gabriel Jesus, que a gente fica triste. Fora os dois, estamos bem”, disse o capitão.

No treinamento deste domingo, o técnico Tite observou a evolução de Danilo e Neymar. A dupla sofreu uma lesão no tornozelo no jogo contra a Sérvia, primeira partida da Seleção Brasileira na Copa do Mundo FIFA Qatar 2022, e desfalcou a equipe nos confrontos contra Suíça e Camarões.

Treino oficial da Seleção Brasileira antes da partida contra a Coreia da Sul em Doha
Treino oficial da Seleção Brasileira antes da partida contra a Coreia da Sul em Doha (Lucas Figueiredo/CBF)

O vencedor de Brasil e Coreia do Sul avança às quartas de final do Mundial para enfrentar o classificado de Japão e Croácia, que jogam no dia seguinte, na terça-feira, fechamento das oitavas de final.

História – No último confronto contra a Coreia do Sul, a Seleção Brasileira teve êxito e ganhou com autoridade por 5 a 1. Porém, Thiago Silva disse que isso já faz parte do passado e que pode até servir de motivação aos coreanos.

“Não podemos pensar no resultado elástico que foi o último amistoso. Eles venceram em um grupo bem difícil e passaram de fase. Temos de respeitá-los para poder ter um êxito”, ponderou para depois elogiar alguns atletas do time adversário.

“O Son está em Londres, conheço bem. O primeiro meio campista tem uma qualidade enorme no passe e o contra-ataque deles é muito bom. O segundo gol deles é um exemplo. Todo cuidado é pouco com o time deles que é muito bom tecnicamente”.

(Com informações da CBF)

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui