Pesquisa confirma empate técnico em São Paulo entre Bolsonaro e Alckmin

0
1110
Nova pesquisa sobre intenções de voto para presidente da República, governador do estado e senador, divulgada nesta quarta-feira (08) pela Confederação Nacional do Transporte (CNT), mostra os candidatos do PSL, Jair Bolsonaro, e do PSDB, Geraldo Alckmin, tecnicamente empatados em São Paulo. O levantamento foi realizado pelo instituto, que abordou dois possíveis cenários, sendo um com a participação do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e outro sem a sua presença no pleito.
No primeiro cenário, na pesquisa estimulada, em que os nomes dos candidatos são apresentados aos eleitores, Lula (PT) aparece com 21,8% e Jair Bolsonaro (PSL) vem com 18,4% dos votos. Em seguida, aparecem Geraldo Alckmin (PSDB), com 14,0%; Marina Silva (Rede), com 6,7%; e Ciro Gomes (PDT), com 5,0%. A soma de votos em branco, nulos e de indecisos é de 26,8%.
Já no cenário sem o ex-presidente Lula, Bolsonaro aparece com 18,9%, vindo em seguida, Geraldo Alckmin (PSDB), com 15,0%; Marina Silva (Rede), com 8,4%; Fernando Haddad (PT), com 8,3%; e Ciro Gomes (PDT), com 6,0%. Votos em branco, nulos e de indecisos somam 34,5%.
Como a margem de erro é de 2,2 pontos para mais ou para menos, isto significa dizer que os dois primeiros estão tecnicamente empatados, pois Bolsonaro pode ir de 16,7% a 21,2%, e Alckmin, de 12,8% a 17,2%.
Governo estadual – Na pesquisa estimulada para o primeiro turno para governador de São Paulo, o candidato do PSDB, João Doria (foto), aparece com 16,4%, seguido por Paulo Skaf (MDB), com 16,2%. Depois, vêm o atual governador Márcio França (PSB), com 5,0%, e Luiz Marinho (PT), com 4,8% das intenções de voto.
Nos cenários de segundo turno, quando a disputa é entre Doria e Skaf, o candidato do MDB aparece na frente com 29,7%, e o tucano obtém 26,8%. Votos em branco, nulos e de indecisos somam 43,5%.
Quando a disputa é entre João Dória e Márcio França, o candidato do PSDB obtém 31,2% dos votos contra 20,6% para o atual governador de São Paulo. Votos em branco, nulos e de indecisos somam 48,2%.
Em um possível segundo turno disputado por João Dória e Luiz Marinho, Dória obtém 33,6%, e Marinho possui 17,6% das intenções de voto. Votos em branco, nulos e de indecisos atingem 48,8%.
Se o segundo turno fosse entre Paulo Skaf e Márcio França, Skaf venceria com 30,8% contra 17,9% de França. Votos em branco, nulos e de indecisos chegam a 51,3%.
Já no cenário de segundo turno disputado por Paulo Skaf e Luiz Marinho, o emedebista aparece com 35,6% contra 13,2% do petista. Votos em branco, nulos e de indecisos somam 51,2%.
Disputa ao Senado – A Pesquisa CNT/MDA também apurou as intenções de voto dos eleitores paulistas para o Senado.
Na pesquisa estimulada, em que os nomes dos candidatos são apresentados aos entrevistados, Eduardo Suplicy (PT) tem 24% da preferência dos eleitores. A então pré-candidata pelo MDB, Marta Suplicy, vem em segundo lugar com 16,7%, seguida de Mário Covas Neto (Podemos), com 12,9%, e de Major Olímpio (PSL), com 11,0%.
O MDA ouviu 2.002 entrevistados, distribuídos em 75 municípios de todas as regiões do estado, entre os dias 2 e 5 de agosto. A margem de erro é de 2,2 pontos percentuais. A pesquisa está registrada no TSE sob os números SP-04729/2018 e BR-05911/2018.
Compartilhe
Aquiles Emir
Editor chefe da Revista e do site do Maranhão Hoje. Sócio-proprietário da Class Mídia – Marketing e Comunicação