Observatório de Turismo mostra de onde vêm e o que fazem os turistas no Maranhão

0
2764

A Secretária Estadual de Cultura e Turismo (Sectur) e a Universidade Federal do Maranhão (UFMA) apresentaram nesta segunda-feira (11) os primeiros resultados do Observatório do Turismo do Maranhão, núcleo de pesquisas e inteligência de mercado que analisa o comportamento da atividade turística maranhense, contribuindo para que o destino se torne cada dia melhor para seus visitantes e moradores.

As informações coletadas foram apresentadas ao público pelo coordenador do Observatório do Turismo do Maranhão, vinculado ao grupo de pesquisa turismo, cidades e patrimônio da UFMA, Saulo Ribeiro dos Santos. Ele destacou a importância das pesquisas realizadas para o estado.

“Inicialmente, já desenvolvemos algumas pesquisas da demanda turística tanto da cidade de São Luís, como de Alcântara e Carolina, para identificar não somente o perfil das pessoas que visitam o estado, mas qual é a opinião delas sobre a infraestrutura e o serviço oferecido, como observam os equipamentos culturais e os atrativos enquanto destino turístico, para que a partir desses dados a gente possa direcionar politicas públicas adequadas e elaborar um planejamento estratégico voltado para a atividade turística”, afirmou.

O evento reuniu gestores públicos e privados, membros do Conselho Estadual de Turismo, discentes e docentes dos cursos de Turismo e Hotelaria do Maranhão, trade turístico e demais setores ligados à atividade turística.

Dados coletados – O levantamento das informações para a produção das pesquisas começou a ser realizado no Réveillon de 2016. Quase um ano depois, o Observatório do Turismo conseguiu reunir dez distintas análises sobre o turismo no estado. Os dados estão disponíveis para consulta no endereço eletrônico da secretaria de Estado da Cultura e Turismo (sectur.ma.gov.br).

De acordo com os dados, 36% dos turistas que visitam São Luís são do próprio estado, 13% são do Pará e 9% são de São Paulo. A média de permanência desses visitantes na cidade é de um a cinco dias. Ainda segundo as pesquisas, 45% dos turistas são atraídos por sol e praia, enquanto 21% pelo patrimônio histórico. Outras 12 pesquisas estão projetadas para serem realizadas no ano de 2018.

Para o presidente a Associação Empresarial de Hospedagem e Alimentação do Maranhão (SEHAMA), Paulo Coelho, o Observatório do Turismo é motivo de comemoração. “Com essas pesquisas e esses dados, os empresários que já existem no Maranhão e os que pretendem investir vão conseguir ter uma perspectiva melhor para direcionar seus negócios”, afirmou.

Ações do Turismo – Na ocasião, um estudo qualitativo com ações do turismo foi apresentado pelo secretário adjunto de Turismo da Sectur, Hugo Veiga. Segundo o secretário, a melhor movimentação dos últimos cinco anos na alta temporada é fruto do modelo de promoção turística implantado no estado.

“Este ano fizemos uma excelente divulgação do estado. Participamos das dez principais feiras nacionais, além de presença em duas feiras internacionais, promoção de press trips [viagens] com jornalistas do setor e o lançamento da nova marca turística. O objetivo é continuar a fortalecendo essa estratégia”, explica.

(Com dados da Secap)

Compartilhe
Aquiles Emir
Editor chefe da Revista e do site do Maranhão Hoje. Sócio-proprietário da Class Mídia – Marketing e Comunicação