Para Organização Mundial de Saúde, coronavírus virou pandemia e casos no Brasil chegam a 52

0
289

Mudança de classificação obriga países a tomarem atitudes preventivas

No diz que a Organização Mundial de Saúde (OMS) elevou a classificação do coronavírus para pandemia, o número de casos confirmados de coronavírus no Brasil chegou a 52. O novo número foi divulgado pelo Ministério da Saúde na tarde desta quarta-feira (11), na segunda atualização publicada no dia.

O novo balanço marca um pulo de 15 casos em relação ao divulgado mais cedo, quando o sistema da pasta havia contabilizado 37 casos.

A maioria das novas pessoas infectadas veio de São Paulo, que saiu de 19 no balanço mais cedo para 30. O Rio de Janeiro foi de 10 para 13 casos confirmados. Brasília subiu de uma para duas pessoas nessa situação. Além desses estados, já tiveram casos identificados a Bahia e o Rio Grande do Sul (2), além de Alagoas, Minas Gerais e Espírito Santo (1).

Entre as duas atualizações, os casos suspeitos saíram de 876 para 907. Já os casos descartados também aumentara, de 880 para 935.

No panorama global, o número de casos continua subindo. Segundo dados da Universidade Johns Hopkins, que monitora o novo coronavírus em parceria com institutos e ministérios de saúde de diversos países, 121.564 pessoas foram diagnosticadas com Covid-19. O número de mortes, no momento da reportagem, é de 4.373. O número de pessoas que não apresentam mais sintomas após terem sido diagnosticadas – portanto, consideradas curadas – está em 66.239.

O ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, participa de Comissão Geral para atualiazação da situação nacional do coronavírus

O ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta (foto), afirmou,  ao divulgar boletim de atualização sobre o novo coronavírus, que o foco das ações está em “proteger idosos e pessoas com saúde debilitada, principal grupo de risco do coronavírus”.

De acordo com os dados mais recentes, o país tem agora 52 dados confirmados de infecção pelo Covid-19.

Pandemia – Tedros Adhanom, diretor geral da Organização Mundial da Saúde (OMS) declarou, a instituição elevou o estado da contaminação pelo novo coronavírus como pandemia.

“A OMS tem tratado da disseminação [do Covid-19] em uma escala de tempo muito curta, e estamos muito preocupados com os níveis alarmantes de contaminação e, também, de falta de ação [dos governos]”, afirmou Adhanom no painel que trata das atualizações diárias sobre a doença.

Na Câmara dos Deputados, o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, disse que a declaração de pandemia não muda as medidas no Brasil. O país continua com o monitoramento das áreas atingidas e com as iniciativas e protocolos já anunciados.

O titular da pasta vai participar de comissão geral na casa, onde irá apresentar a deputados informações sobre as ações do governo acerca do problema.

(Agência Brasil)

Compartilhe
Editor chefe da Revista e do site do Maranhão Hoje. Sócio-proprietário da Class Mídia – Marketing e Comunicação