Outubro registra queda no número de trabalhadores com carteira assinada no Maranhão, segundo Fiema

27

Houve menos contratações se comparado a setembro 

O Cadastro Geral de Pessoas Empregadas (CAGED) registrou que o número de trabalhadores empregadas com carteira assinada caiu no país, que apresentou em outubro saldo de 159.459 novos trabalhadores. O Brasil apresentou menos contratações, mas também houve redução nas demissões em todos os setores econômicos.

Os dados são da pesquisa de Monitoramento do Emprego Formal, realizada pela Federação das Indústria do Estado do Maranhão (Fiema).

O levantamento aponta que o Maranhão (2.965), o Nordeste (32.223) e o Brasil (159.454) registram menos contratações em outubro quando comparado com o mês anterior, mas os saldos ainda são positivos.

No Maranhão, os segmentos de Serviços e de Comércio foram os que mais criaram vagas, com saldo de 1.551 e 1.568, respectivamente. Assim, os estoques de emprego formal ganharam nova composição com maior destaque para serviços, comércio e a indústria.

O segmento da Construção Civil teve um saldo de 227, uma queda elevada em comparação ao mês anterior, que ficou com um saldo de 1.254. As menores variações positivas, no entanto, ficaram por conta das atividades de água, esgoto, atividades de gestão de resíduos e descontaminação, eletricidade e gás e indústrias extrativas.

A pesquisa Monitoramento do Emprego Formal é feita pela Federação das Indústrias do Estado do Maranhão (FIEMA) em parceria com a Confederação Nacional da Indústria e utiliza dados do Cadastro Geral de Pessoas Empregadas (CAGED).

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui