Palmeiras e Atlético Mineiro são eliminados da Copa Libertadores das Américas

0
519

Mesmo jogando em casa, com apoio de suas torcidas, Atlético Mineiro e Palmeiras foram eliminados nesta quarta-feira (09), da Copa da Libertadores das Américas. O sonho do bicampeonato do Galo acabou ao empatar sem gols com o Jorge Wilstermann, que no fogo de idade venceu por 1 a 0, em Cochabamba (Bolívia). Já o Palmeiras foi eliminado nos pênaltis.

O reclama de um gol anulado, que teria sido legítimo de Fred, aos 33 minutos do primeiro tempo. Logo no primeiro ataque, aos 50 segundos, Marcos Rocha cruzou rasteiro pela direita e a defesa boliviana afastou o perigo. Aos dois minutos, Luan lançou Cazares na área e por muito pouco o equatoriano não conseguiu dominar a bola para sair na cara do gol.

Aos 14 minutos, após cruzamento de Marcos Rocha pela direita, Cazares finalizou para fora. Em seguida, Elias chutou e a bola explodiu no zagueiro, Luan pegou o rebote e cabeceou para fora, rente à trave. Marcos Rocha cobrou falta aos 19 minutos e Fred desviou de cabeça, para fora. Aos 26, Cazares finalizou para a defesa de Olivares.

Aos 33, Fred recebeu a bola na área e toco para o gol, mas a arbitragem marcou impedimento inexistente do atacante atleticano. No ataque seguinte, Cazares recebeu lançamento de Leonardo Silva na área e desviou de cabeça, por cima do gol.

O Atlético também tentou furar o bloqueio boliviano em cobranças de falta e escanteio de Cazares, mas a defesa boliviana cortou os cruzamentos, assegurando a igualdade parcial. No segundo tempos, os times continuarem perseguindo o gol, sem sucesso.

Palmeiras – O Palmeiras foi eliminado no Allianz Parque, em São Paulo (SP), mesmo vencendo por por 1 a 0 o Barcelona do Equador, mas como no jogo de ida havia perdido pelo mesmo placar a decisão foi para as penalidades máximas e o time alviverde não obteve sucesso. O técnico Cuca comentou sobre a desclassificação no torneio internacional.

Cesar Greco/Ag Palmeiras/Divulgação_Técnico Cuca comentou a eliminação do Palmeiras após duelo
Técnico Cuca comenta eliminação do Palmeiras (César Greco/Palmeiras)

“O peso não tem medida exata, é o maior que pode existir. É a competição que tínhamos priorizado e, infelizmente, não conseguimos passar adiante. Não conseguimos reverter o placar de 1 a 0. Mas foi um jogo de muita entrega e intensidade de ambos os lados. O peso é grande porque foi feito um investimento alto para o Palmeiras ganhar títulos neste ano. Por enquanto, não ganhamos nada”, declarou Cuca.

Ele fez questão, no entanto, de destacar o empenho de todos os atletas do clube. “Eles jogaram no limite deles, mas poderíamos ter uma qualidade maior se não tivéssemos uma ansiedade tão grande como no primeiro tempo. É um adversário perigoso, que busca a velocidade, mas poderíamos ter ganhado o jogo. Não posso reclamar de nenhum jogador pelo que vi fazerem em toda partida”, afirmou o treinador, projetando o restante da temporada palestrina.

“O Palmeiras joga pela Libertadores do ano que vem, o Palmeiras tem de estar de novo na Libertadores. Não sei se em quarto, terceiro, segundo ou primeiro no Brasileiro. Ninguém jogou a toalha. Mas temos de estar na Libertadores”, finalizou.

O próximo compromisso do Palmeiras será no domingo (13), às 16h, contra o Vasco, no Rio de Janeiro, pela 20ª rodada do Campeonato Brasileiro. Já no domingo (20), às 19h, será a vez de receber a Chapecoense, no Allianz Parque, novamente pelo Nacional.

(Com dados e imagem do CAM e do Palmeiras)

Compartilhe
Aquiles Emir
Editor chefe da Revista e do site do Maranhão Hoje. Sócio-proprietário da Class Mídia – Marketing e Comunicação