Palmeiras e Grêmio decidem neste domingo, no Allianz Parque, em São Paulo, a Copa do Brasil

0
174

Clubes disputam última taça de 2020 do futebol brasileiro

Neste domingo, Palmeiras e Grêmio se enfrentam pela partida de volta da decisão do campeonato mais democrático do país. O clássico está marcado para as 18h (de Brasília) no Allianz Parque, em São Paulo, com transmissão da Rede Globo para todo o Brasil.

No jogo de ida, o Palmeiras venceu por 1 a 0 na Arena do Grêmio, com gol do zagueiro Gustavo Gómez. Apesar da vantagem, o técnico Abel Ferreira pregou cautela ao Verdão. Em entrevista coletiva para a Final da Copa do Brasil, o português deu a receita para tentar o título.

“O que eu sei é o que o Palmeiras tem que fazer, o que meus jogadores têm que fazer. Temos que entrar para pressionar nossos adversários, procurar fazer gols, ser uma equipe unida e competitiva quando não tivermos a bola. E quando  tivermos a bola ter calma, tranquilidade para encontrar os caminhos”, avaliou.

Tricampeão da Copa do Brasil, o Palmeiras tenta adicionar mais um título nacional à sua vasta galeria de conquistas. Decacampeão brasileiro, o clube busca o tetra da Copa do Brasil, que viria com a possibilidade de disputar a Supercopa do Brasil, em abril deste ano. Atual campeão brasileiro, o Flamengo já está classificado para a competição, que foi vencida pelo Rubro-negro em 2020.

Segundo maior campeão da Copa do Brasil, o Grêmio sonha com o hexacampeonato, que o faria se igualar ao Cruzeiro como clube com maior número de títulos na competição (seis). A última vez em que o Tricolor conquistou o torneio foi em 2016, a primeira temporada do técnico Renato Portaluppi nesta passagem no comando do clube.

Na última semana, o treinador renovou seu vínculo com o Tricolor até o final de 2021. Em entrevista ao ge.globo, Renato garantiu que não tem nada definido na decisão e vê o Grêmio com totais condições de reverter o resultado.

“O mais importante é que temos mais 90 minutos pela frente, com todo respeito ao Palmeiras, mas sabemos que temos condições de reverter. É um jogo difícil para a gente, como é para o Palmeiras, não tem o gol qualificado. Um gol leva o jogo para os pênaltis. Tudo pode acontecer”, ressaltou Renato.

Palmeiras – O técnico Abel Ferreira, do Palmeiras, deu entrevista coletiva no estádio Allianz Parque, palco da decisão entre o Alviverde e o Grêmio.  A bola rola às 18h neste domingo (7), para o jogo que encerra o calendário de 2020 do futebol brasileiro.

Durante a entrevista, que foi realizada sem a presença dos repórteres por conta dos protocolos sanitários, o treinador português comemorou a vantagem construída pelo clube no jogo de ida, na Arena do Grêmio, mas pregou cautela ao time. O Palmeiras venceu por 1 a 0, o que lhe dá a vantagem do empate na partida de volta.

“É isso que eu quero, é isso que nossos jogadores vão fazer amanhã no jogo. Temos a vantagem, era a nossa intenção. Quando fomos jogar fora, o objetivo era ter lá um bom resultado para decidir em casa. Temos a experiência da Libertadores, de ter aprendido no Mundial de Clubes. Temos que usar essa experiência ao nosso favor”, analisou Abel.

Grêmio – O técnico do clube no qual é ídolo, Renato Portaluppi se prepara para mais uma decisão com o Grêmio. O treinador comanda o Tricolor neste domingo (07), contra o Palmeiras, no jogo de volta da Final da Copa do Brasil. Em desvantagem, Renato sabe que não será uma tarefa fácil, mas acredita na capacidade do Grêmio de buscar o título no Allianz Parque, em São Paulo.

Em entrevista ao ge.globo, o técnico ressaltou que não tem nada definido na decisão, mesmo com a vitória por 1 a 0 do Palmeiras no Rio Grande do Sul.

“O mais importante é que temos mais 90 minutos pela frente, com todo respeito ao Palmeiras, mas sabemos que temos condições de reverter. É um jogo difícil para a gente, como é para o Palmeiras, não tem o gol qualificado. Um gol leva o jogo para os pênaltis. Tudo pode acontecer”, garantiu.

Compartilhe
Editor chefe da Revista e do site do Maranhão Hoje. Sócio-proprietário da Class Mídia – Marketing e Comunicação