Palmeiras faz dever de casa, vence Inter de Limeira e segue invicto no Paulistão

25

Verdão lidera o Grupo D com 17 pontos

O Palmeiras fez o dever de casa na noite desta quinta-feira. No Allianz Parque, em São Paulo, o time da capital superou a Inter de Limeira por 2 a 0, na sequência da sétima rodada do Paulistão Sicredi. Com gols de Raphael Veiga e Piquerez, o Palmeiras manteve a liderança geral do estadual. O time ainda desperdiçou duas penalidades na partida.

Com quatro vitórias seguidas, e único invicto, o Palmeiras lidera o Grupo D com 17 pontos. Já a Inter de Limeira é a vice-líder do Grupo A, com dez pontos.

A partida começou a todo vapor no Allianz. No primeiro ataque do Palmeiras, Endrick emendou uma bicicleta e acertou o travessão. A resposta da Inter de Limeira veio logo na sequência. Após cruzamento, a bola foi desviada na primeira trave e, por pouco, Everton Brito não completou para o gol.

Os visitantes gostaram de atacar. Desta vez conseguindo finalizar, Everton Brito apareceu por trás da zaga e parou na grande defesa de Weverton. A partida seguiu movimentada, com ambos os times atacando e deixando jogar.

Entretanto, era nítida a diferença técnica das equipes. Endrick avançou sozinho e, dentro da área, foi derrubado por Léo Vieira. Cobrador oficial, Raphael Veiga não desperdiçou. Aos 17 minutos, abriu o placar, em uma batida forte e rasteira.

Com a abertura do placar, o Palmeiras foi empilhando chances. Dudu e Gabriel Menino, duas vezes, obrigaram o goleiro adversário a intervir, com grandes defesas. Quando conseguiu armar um contra-ataque, Matheus Oliveira obrigou Weverton a trabalhar. Depois, Iago Teles perdeu o gol, frente a frente.

Como diria o jargão futebolístico, quem não faz, leva. Aos 35, Piquerez recebeu na esquerda, foi avançando e com espaço finalizou de trivela. Um golaço. O segundo gol, caiu como um balde de água fria nos visitantes.

Querendo encaminhar a vitória ainda na primeira etapa, o Palmeiras aproveitou o adversário cabisbaixo. Dudu costurou meia defesa da Inter e foi derrubado. Após auxílio do árbitro de vídeo, o pênalti foi marcado. Desta vez, o cobrador foi Dudu. Porém, o camisa sete tirou demais e acabou mandando para a linha de fundo.

Mais discreto no início do segundo tempo, o Palmeiras manteve o domínio na partida. Veiga e Zé Rafael até tentaram de longa distância, mas sem sucesso. Quem seguia perdendo gols era a Inter de Limeira. Jonathas tabelou com Iago Teles e na hora de tirar o dez, mandou para fora.

Após o susto, o técnico Abel Ferreira começou a rodar o elenco. Dudu e Endrick deram lugar para Giovani e Breno Lopes. Com o ataque oxigenado, Rony conseguiu a melhor chance até então, em chute rasteiro defendido pelo goleiro Léo Vieira.

Tranquilo, o Palmeiras ditava com facilidade o ritmo da partida. Acelerando na parte final do campo, Breno Lopes teve outra chance de ampliar o marcador. Já na reta final, Giovani recebeu na direita e foi derrubado. Mais um pênalti para o Palmeiras.

Agora o batedor voltou a ser Raphael Veiga. E após acertar os cantos nas outras duas penalidades, o goleiro Léo Vieira enfim conseguiu realizar a defesa. Por outro lado, os dois pênaltis perdidos não fizeram falta para o Palmeiras, que venceu a partida, pelo placar de 2 a 0.

Na próxima rodada, o Palmeiras encara o Água Santa, às 11h do domingo, na Arena Inamar, em Diadema. Mais tarde, às 20h30, a Inter de Limeira recebe em casa, no Major Levy Sobrinho, o Santo André.

(FPF)

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui