Parque Botânico Vale fará doação nesta terça-feira de mudas de plantas em semáforos de São Luís

0
342

Ação faz parte da programação pelo Dia da Árvore

O Dia da Árvore surgiu da necessidade de conscientizar a população sobre a sua importância para o meio ambiente e, principalmente, para a vida humana. Por isso, a data vai ser comemorada pelo Parque Botânico da Vale em São Luís com a distribuição de mudas, para levar conscientização e gerar futuras novas árvores para a cidade.

Das 8h30 às 12h deste dia 21 de setembro, equipes do parque farão a distribuição em três pontos da cidade: portaria do Parque Botânico (Avenida dos Portugueses), semáforo em frente ao Corpo de Bombeiros (Rua das Cajazeiras) e semáforo em frente ao museu ferroviário, na Rffsa (Avenida Beira Mar, Centro). Serão distribuídas mais de 700 mudas de espécies, como: açaí, buriti, cacau, ipês, ingás, janaúba, sapoti, cajá, cupuaçu, caju, jatobá.

Na Escola Comunitária Mariana, localizada no Anjo da Guarda, também serão entregues mudas aos alunos, às 9h. Paralelamente, será realizada programação virtual, com contação de histórias para as crianças (Educação Infantil e Fundamental Menor), palestras sobre o Cerrado (Fundamental Menor e Maior) e a palestra “Técnicas de Coleta e Produção de Mudas”, para o Ensino Técnico.

“As árvores são essenciais para a nossa existência, pois produzem oxigênio, contribuem para a biodiversidade, reduzem a poluição do ar e as altas temperaturas. Nós, do Parque Botânico da Vale, sabemos da importância do conglomerado de árvores de espécies variadas que ele é e do quanto contribui para a qualidade de vida, principalmente da área Itaqui-Bacanga. Por isso, faremos esta ação de sensibilização e conscientização, pois é responsabilidade de todos nós a preservação dos recursos naturais e a boa convivência com o meio ambiente”, afirmou Denize Moreno, supervisora do Parque Botânico da Vale em São Luís.

Ao longo do mês de setembro, o parque está realizando programação virtual, com oficinas, como: “Mini Jardim”, “Plantio na Garrafa Pet Decorada”, “Puff com Pneus”, “Lixeiras feitas de Pet”.

Parque botânico – Inaugurado há 13 anos, o Parque Botânico da capital maranhense está localizado na área Itaqui-Bacanga, situado no Complexo Industrial Portuário de Ponta da Madeira, uma área verde de 100 hectares, o que equivale a 100 campos de futebol.

É um museu vivo, trabalhando valores multiculturais e diversidade de fauna e flora. Foi criado com destinação de realizar educação ambiental, lazer, práticas de exercícios físicos e um contato mais próximo com a natureza. Trata-se de um espaço capaz trazer uma profunda conexão com a natureza, mais qualidade de vida, além de conhecimento e capacitações para a geração de renda à comunidade.

Abriga espécies de fauna e flora, como pau-marfim, pequi, angelim e sumaúma, além de macaco-capijuba, bicho preguiça, tamanduá-mirim e borboleta azul. Um aliado da saúde humana também, pois estudos apontam que árvores e áreas verdes contribuem para o equilíbrio de microclima e a purificação do ar. Isso significa redução do calor, das amplitudes térmicas e da insolação direta.

Logo na entrada do Parque há um orquidário, o primeiro aberto para visitação de São Luís. Possui cerca de 30 espécies e abriga coleções de vários biomas brasileiros, como Catasetum, Galeandra e Epidendrum Nocturnum. Há ainda o viveiro de mudas e o vagão do conhecimento, este destinado à educação ambiental, criado para fortalecer o hábito da leitura, despertando a capacidade de imaginação e criatividade.

Em função da pandemia da Covid-19, o Parque Botânico permanece fechado a visitações presenciais, mas isso não impede que as pessoas possam conhece-lo. Atualmente, é possível fazer um tour virtual pelo local, por meio da plataforma www.visiteavale.com.br.

Compartilhe
Editor chefe da Revista e do site do Maranhão Hoje. Sócio-proprietário da Class Mídia – Marketing e Comunicação