Partido de Bolsonaro aguarda relatório das Forças Armadas para tomar posição sobre resultado da eleição

35

Costa Neto ressalta apoio a pautas de interesse público

O presidente do PL, Valdemar Costa Neto, afirmou, nesta terça-feira (08), que o partido fará oposição ao governo do presidente eleito, Luiz Inácio Lula da Silva. Segundo o portal Metrópoles, Valdemar Costa Neto, disse nesta terça-feira (8/11) que o partido de Jair Bolsonaro não reconhece o resultado da eleição.

Valdemar afirmou que o relatório de auditoria do Ministério da Defesa, “com certeza”, apresentará algo e que o partido aguarda sua apresentação para tomar uma decisão sobre o resultado das urnas.

“Difícil, nós vamos ter que esperar o relatório do Exército amanhã (quarta-feira, 08). Nós temos diversos questionamentos que fizemos pro TSE e vamos esperar essas respostas. Amanhã eles [Ministério da Defesa] vão trazer alguma coisa, eu não tenho dúvida disso, senão eles já tinham liquidado o assunto”, disse.“O PL não renunciará às suas bandeiras de ideias, será oposição aos valores comunistas e socialistas, será oposição ao futuro presidente”, disse Costa Neto. Segundo ele, o presidente Jair Bolsonaro, derrotado na disputa à reeleição, será convidado para ocupar a presidência de honra do Partido Liberal.

Oposição – Caso não haja reversão do quadro, o partido optará por ser oposição ao governo que tomará posse em 1º de janeiro de 2023, pautas pontuais poderão ter o apoio do PL, disse Costa Neto.

“Conversei longamente com o presidente Bolsonaro, ele falou que todos esses assuntos têm que ser levados à bancada, e resolvemos juntos. Se é de interesse público, e interesse do país, nós vamos votar a favor, mas tudo tem que ser muito resolvido junto”, afirmou.

De acordo com Costa Neto, o partido deve apoiar a reeleição do atual presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL), caso o congressista apoie um nome do PL para a presidência do Senado.

“Vamos apoiar Arthur Lira com a garantia de que ele nos ajude e trabalhe para ter o nosso presidente do Senado”, disse Valdemar. “Temos que compor na Câmara para ter sucesso no Senado.”

Bancada – Comandado por Costa Neto, o PL saiu fortalecido nas eleições deste ano. Na Câmara dos Deputados, dos 513 assentos, o partido conquistou 99. No Senado, o PL desbancou o MDB, que há mais de três décadas, era o maior partido da Casa, e foi o maior vitorioso nas urnas. Dos 27 senadores eleitos, oito são do PL, enquanto o PT elegeu quatro.

(Com informações da Agência Brasil e Metrópoles)

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui