Paulo Victor é empossado na presidência da Câmara Municipal de São Luís

89

Solenidade foi realizada na manhã deste domingo

Foi empossada, na manhã deste domingo (1º), em solenidade realizada no Teatro Arthur Azevedo, a nova Mesa Diretora da Câmara Municipal de São Luís, que tem o vereador Paulo Victor (PCdoB) na presidência. A solenidade contou com a presença de várias autoridades, mas o prefeito Eduardo Braide (PSD) não compareceu.

Além de Paulo Victor, foram empossados o 1º vice-presidente, Francisco Chaguinhas (Podemos); o 2º vice-presidente, Ribeiro Neto (Patriota); o 3º vice-presidente, Edson Gaguinho (União Brasil); o 1º secretário, Aldir Júnior (PL); o 2º secretário, Beto Castro (Avante); a 3ª secretária, Fátima Araújo (PCdoB); o 4º secretário, Andrey Monteiro (Republicanos); e o 5º secretário, Antônio Garcez (sem partido).

A solenidade contou com as presenças, dentre outros, do governador Carlos Brandão (PSB); do procurador-geral de Justiça, Eduardo Nicolau; do presidente do Tribunal de Justiça, desembargador Paulo Velten; do deputado estadual Antônio Pereira, representando a Assembleia Legislativa; do deputado federal André Fufuca (PP), representando a bancada maranhense no Congresso Nacional; e o vice-governador Felipe Camarão (PT).

Foco na valorização – Em seu pronunciamento, o chefe do legislativo ludovicense afirmou que deve atuar como chefe do Legislativo Municipal levando em consideração os valores da Casa, fiscalizando o Executivo e estando mais próximo da sociedade.

“Nós temos uma missão, primeiramente, valorizar nosso servidor, valorizar nossa Casa, para que a gente consiga resplandecer isso para a sociedade. Levar a Câmara bem organizada, com seus valores, sobretudo, com sua técnica que é propor leis, fiscalizar o executivo, para mais próximo da sociedade. Acredito que assim a gente consiga atingir maior eficiência no trabalho legislativo”, frisou Paulo Victor.

Perfil do presidente – Nascido em 08 de março de 1986, em São Luís (MA), Paulo Victor Melo Duarte é acadêmico de Direito e Comunicação – habilitação Relações Públicas. É casado com Stefanny Mayara e pai de Máximus Victor, de 6 anos.

Politicamente, teve seu teste de fogo ainda como integrante da militância do PDT, durante o famoso bandeiraço do partido em uma caravana que percorreu quase todos os municípios maranhenses, na campanha de 2006, que levou Jackson Lago à vitória da eleição para o Governo do Estado. Estava consolidado ali, o ingresso de Paulo Victor, na política.

Em 2016, foi candidato a vereador, mas não logrou êxito ficando apenas na 1ª suplência da vaga. Apesar disso, Paulo Victor assumiu o mandato de vereador da Câmara Municipal de São Luís, em 05 de janeiro de 2017, após licenciamento do titular Ivaldo Rodrigues, que passou a responder pela Secretaria Municipal de Agricultura, Pesca e Abastecimento, a convite do prefeito reeleito, Edivaldo Holanda Júnior.

Desde então, o trabalho de Paulo Victor jamais parou. Como parlamentar, continuou buscando servir com sentimentos de amor e gratidão. Cheio de energia para cumprir as missões da vereança, ele já desenvolveu inúmeras ações focadas na qualidade de vida da população ludovicense.

Como principais marcas do seu mandato, destaque para projetos de lei que beneficiam, diretamente, mães, consumidores e trabalhadores. Motoristas de aplicativo passaram a trabalhar em paz, na capital, com a regulamentação do serviço, cuja autoria é de Paulo Victor.

O parlamentar explica que muitas vezes, abdica de momentos em família para se dedicar à causa pública. “Não faço isso por questão de preferência. A minha família é a minha base, meu norte, meu suporte. Mas, eu tenho uma missão que assumi com todo orgulho e não vou falhar. Estou aqui para servir à minha cidade e farei isso com toda satisfação, até quando Deus permitir”, enfatiza o vereador, com o otimismo que lhe é peculiar.

Filiado atualmente ao PCdoB, Paulo Victor foi eleito vereador de São Luís, em 2020, com 6.035 votos. Surpreendentemente, em seu primeiro mandato, chegou à presidência da Casa, entrando para a história do Palácio Pedro Neiva de Santana.

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui