PDT oficializa nesta segunda-feira senadora Kátia Abreu vice de Ciro Gomes

0
431
A ministra da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Kátia Abreu, durante entrevista coletiva, anuncia novos resultados nas negociações para ampliação de mercados (Antonio Cruz/Agência Brasil)

O PDT deve oficializar nesta segunda-feira (06) a escolha da senadora Kátia Abreu (TO) como candidata a vice-presidente na chapa de Ciro Gomes, segundo informação da assessoria do partido. A senadora aceitou neste domingo (05) convite feito pelo comitê de campanha para concorrer ao cargo. A reunião em que deve ser confirmado o nome de Kátia para vice está prevista para às 11h, na sede do partido, em Brasília.

Ciro Gomes é um dos partidos que fazem parte dos planos do PT de não oficializar um vice para Lula, na esperança de compor uma aliança de esquerda para dar suporte ao substituto de Lula, que está impedido pela Leia da Ficha Limpa de concorrer, mas mesmo assim foi lançado neste sábado em convenção dos petistas em São Paulo (SP).

Diante da estratégia do ex-presidente Lula de nunca se considerar fora de disputa até que sejam esgotadas todas as chances jurídicas, resta agora ao PT apenas o PCdoB, que já lançou Manuela d´Ávila, mas pode cede sua candidata para vice. O PSB fez um pacto, mas não participa da eleição presidencial, apenas mantem neutralidade, o que pode ser rompido com a insistência do PT de ter candidato a governador em Pernambuco, o que os socialistas não aceitam, pois pode melar os planos de reeleição do governador Paulo Câmara.

Katia Abreu é ligada à bancada do agronegócio. Ela ocupou o cargo de ministra da Agricultura e da Pecuária durante o governo da presidenta Dilma Rousseff e foi presidente da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA).

Esta é a terceira candidatura de Ciro Gomes à Presidência da República: em 1998 e em 2002, ele concorreu pelo PPS. Natural de Pindamonhangaba (SP), Ciro construiu sua carreira política no Ceará: foi prefeito de Fortaleza (1989-1990), e governador do estado (1991-1994). Renunciou ao cargo de governador em 1994, para assumir o Ministério da Fazenda, no governo Itamar Franco (1992-1994), por indicação do PSDB, seu partido na época.

Compartilhe
Aquiles Emir
Editor chefe da Revista e do site do Maranhão Hoje. Sócio-proprietário da Class Mídia – Marketing e Comunicação