Quanto mais denúncias contra Lula, maior é a chance dele ser presidente

0
1387

AQUILES EMIR

Pesquisa realizada pelo Instituto Datafolha, quarta e quinta-feira da semana passada (dias 27 e 28 de setembro) mostra que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), apesar de todas as revelações de corrupção que o envolve, mantém sua liderança nas intenções de voto para 2018 a fim de ser o novo presidente da República, seguido do deputado Jair Bolsonaro (PSC). De acordo com o levantamento, Lula lidera em todos os cenários e quando é retirado da pesquisa quem sobe para o primeiro lugar é Marina Silva

De acordo com a pesquisa, nas menções espontâneas a preferência por Lula subiu de 15%, em junho, para 18% e nas estimuladas, em que são exibidos cartões com os nomes dos candidatos o ex-presidente lidera em todos os cenários em que participa, com pelo menos 35% das intenções de voto.

SIMULAÇÕES DE 1º TURNO, EM % Cenários de intenção de voto para a Presidência mostram a liderança de Lula 1 outubro de 2017

Outro fato importante revelado pelo Datafolha é que a taxa de rejeição ao petista caiu nos últimos três meses. No mês de junho, 46% diziam que não votariam nele de jeito nenhum e agora os que o rejeitam são 42%.

Vale lembrar que no mês de junho, Lula foi condenado a nove anos e meio de prisão pelo juiz federal Sérgio Moro sob acusação de corrupção e lavagem de dinheiro, no caso do apartamento tríplex em Guarujá (SP), que teria recebido como propina e agora em setembro, foi acusado de corrupção pelo seu ex-ministro de Fazenda Antônio Palocci, ou seja, quanto mais revelam-se atos de corrupção praticados por ele na Presidência da República mais aumentam suas chances de voltar ao comando da Nação.

O Datafolha fez 2.772 entrevistas em 194 cidades. A margem de erro do levantamento é de dois pontos percentuais para mais ou para menos.

Nos cenários em que está no páreo, o ex-presidente tem o dobro de intenções de voto do segundo colocado, Jair Bolsonaro (PSC-RJ), que oscila entre 16% e 17%, empatado com Marina Silva (Rede), que tem entre 13% e 14%. Pelo lado do PSDB, o governador paulista Geraldo Alckmin e o prefeito paulistano João Dória aparecem empatados em 8% das intenções de voto.

Simulações de 2º Turno, em % Datafolha

(Com dados da Folha de São Paulo)

Compartilhe
Editor chefe da Revista e do site do Maranhão Hoje. Sócio-proprietário da Class Mídia – Marketing e Comunicação