Pesquisa do Instituto Gerp mostra Bolsonaro à frente com quatro pontos a mais que Lula

109

Brasmarket confirma vantagem e Genial Quaest contesta

O Instituto Gerp, que há uma semana divulgou um levantamento em que o ex-presidente Lula (PT) aparecia com dois pontos à frente de Bolsonaro (PL), invertou as posições dos dois candidatos na pesquisa divulgada nesta quinta-feira (27), pela qual Bolsonaro tem quatro pontos a mais. A liderança de Bolsonaro é confirmada por outro instruto, o Brasmarket, e contestada por um terceiro, o Quaest.

Segundo o Gerp, Bolsonaro tem 47% da preferência do eleitorado enquanto as intenções de voto para Lula somam 43%, mas os dois estariam tecnicamente empatados dentro da margem de erro, que é de 2,18 pontos percentuais para mais ou menos.

Esta é a segunda pesquisa eleitoral do Gerp no segundo turno. No último dia 12, Lula tinha 48% contra 46% de Bolsonaro

No intervalo de uma semana, houve uma inversão entre os dois candidatos. O presidente avançou dois pontos percentuais enquanto o petista perdeu cinco.

A pesquisa ouviu 2.095 eleitores entre 21 e 26 deste mês e foi registrada no TSE sob o protocolo BR-05418/2022.

Brasmarket – Nesta quarta-feira (26), o Brasmarket divulgou um novo levantamento em que o presidente Jair Bolsonaro (PL) aparece com 53,6% dos votos válidos, e o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), 46,4%.

Para os votos válidos, são desconsiderados brancos, nulos e as pessoas que dizem que não sabem.É desta forma que o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) faz a contagem oficial da eleição.

Foram ouvidas por esta pesquisa 2.400 pessoas entre os dias 21 e 25 de outubro. A margem de erro é de 2 pontos percentuais para mais ou para menos. O nível de confiança é de 95%%. A sondagem foi registrada no TSE com o número BR-08584/2022. Veja o relatório completo.

Genial – Na pesquisa da Genial Quaest, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) está à frente, com 53% dos votos válidos. O presidente Jair Bolsonaro (PL) tem  47%. .

Levando em conta os votos totais, Lula oscilou de 47% para 48% contra 42% de Bolsonaro. Os que pretendem votar em branco, nulo ou não vão votar somam 5%. Os indecisos representam 5%.

A pesquisa entrevistou 2.000 pessoas de forma presencial entre os dias 23 e 25 de outubro e tem margem de erro de dois pontos percentuais para mais ou para menos. O nível de confiança é de 95%.

O levantamento foi registrado no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) com o número BR‐00470/2022.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui