PL lança Rogério Marinho a presidente do Senado e recebe apoio do PP e Republicanos

49

Eleição será na próxima quarta-feira 

O Partido Liberal formalizou neste sábado (28), o bloco de apoio entre o PL, PP e Republicanos à eleição do senador Rogério Marinho, do Rio Grande do Norte, à Presidência do Senado. A confirmação foi feita durante reunião conduzida pelo presidente Nacional do PL, Valdemar Costa Neto, na sede do Partido em Brasília.

Durante coletiva à imprensa, que aconteceu logo após o encontro, Marinho afirmou que vai retomar o protagonismo do Senado e defender o legado de conquistas econômicas dos últimos anos.

“Precisamos fazer o contraponto, moderar a avidez daqueles que estão chegando ao governo e querem destruir o que foi feito em nome do Brasil. Temos a responsabilidade de fazer com que essa situação não se abata sobre nós. Nós defendemos valores, eles que nos inspiram. Não serei candidato contra ninguém, não serei presidente contra qualquer instituição”, garantiu Marinho.

Valdemar Costa Neto disse estar confiante na vitória de Marinho na corrida pelo comando da presidência do Senado. “Quando o Ciro falou que faria o bloco, mas queria ver a conta. Quando o Ciro resolveu fazer o bloco, soube que ganhamos a eleição”, ressaltou.

O líder do PL no Senado, Flávio Bolsonaro (PL-RJ) destacou que Marinho tem perfil para promover a pacificação do país. “Ele é acostumado a transitar no parlamento e está preparado para a presidência. Nós vamos promover um pedido para que todos possam abrir o seu voto para termos um Senado de volta. Vamos vencer essa eleição pelo bem do Brasil”, enfatizou.

Já Altineu Côrtes (PL-RJ), líder do PL na Câmara, elogiou a trajetória do ex-ministro do Desenvolvimento Regional, e destacou que a candidatura dele será uma candidatura do equilíbrio. “O Rogério sabe respeitar e respeitou todos os cargos que ocupou, sempre atendeu a todos, uma pessoa humilde, uma pessoa que tem um conhecimento incrível, quer fazer essa candidatura para resgatar o Senado Federal. O Brasil será mais forte se nos tivermos um Senado mais forte”, exaltou Côrtes.

Além de Costa Neto, do senador eleito pelo Rio Grande do Norte, Rogério Marinho, candidato do PL à Presidência do Senado, dos líderes do PL no Congresso Nacional, participaram do encontro o Presidente do Republicanos, Marcos Pereira, a futura senadora e líder do PP, Tereza Cristina, a senadora eleita Damares Alves (Republicanos), o senador Ciro Nogueira (PP).

Estiveram presentes também o ex-ministro do meio Ambiente e deputado eleito Ricardo Salles, o ex-ministro da Saúde e deputado federal eleito general Eduardo Pazuello, os senadores Carlos Portinho, Wellington Fagundes, Jorge Seif, Jaime Bagatoli, Marcos Pontes, Wildir Moraes, além dos deputados federais Marcelo Álvaro Antônio, Bia Kices, Júlia Zanatta, e outras lideranças do Partido.

Eleição da Mesa – A eleição para os cargos da Mesa Diretora do Congresso Nacional acontece em 1º de fevereiro de 2023, após a cerimônia de posse dos parlamentares. Com 14 senadores eleitos para o próximo ano, a legenda liberal terá a maior bancada do Senado.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui