Plano Nordeste Potência fiscaliza promessas dos governadores eleitos com desenvolvimento verde

26

Palanque Virtual acompanha compromissos dos candidatos

Com o encerramento do período eleitoral e o início das novas gestões estaduais, o Plano Nordeste Potência volta os esforços para acompanhar as promessas feitas pelos governadores eleitos em temas como mudanças climáticas, energias renováveis e revitalização dos biomas.  Criado durante as eleições de 2022, como ferramenta para dar visibilidade às propostas dos candidatos, o Palanque Virtual agora foca no momento de transição e nos primeiros dias dos novos mandatos. Ele pode ser acessado em nordestepotencia.org.br/palanque-virtual.

No Maranhão, a equipe do Plano Nordeste Potência alerta para que o novo governador Carlos Brandão, que ainda não especificou políticas para promover participação social, assuma o compromisso de incluir as comunidades indígenas e os assentamentos rurais nas discussões sobre a implementação de parques eólicos e fotovoltaicos na região. O movimento de escuta e participação social é importante como forma de respeitar os modos de vida tradicionais, o direito à identidade e permanência em seus territórios.

“As soluções para garantir mais água, mais energia e mais empregos para o Nordeste já existem. O que precisamos é de vontade política para fazer acontecer. Por isso, o monitoramento e a participação da sociedade civil são essenciais para garantirmos um Nordeste mais potente, sustentável e inclusivo”, destaca Fabiana Couto, articuladora política do Plano Nordeste Potência.

A ferramenta tem como base as propostas assumidas durante a campanha pelos candidatos e candidatas ao Executivo estadual em seus planos de governo. O foco do Palanque Virtual são os eixos que visam estimular a expansão das energias renováveis com respeito às comunidades locais e também a revitalização da bacia do rio São Francisco.

Segundo o Plano Nordeste Potência, os próximos cinco anos serão decisivos para criação de 2 milhões de novos postos de trabalho no campo das energias renováveis na região. Para tornar tal potencial em desenvolvimento sustentável, é preciso estimular políticas públicas que promovam a expansão das renováveis de forma respeitosa e inclusiva, minimizando os impactos e promovendo as oportunidades.

O Plano Nordeste Potência resulta de uma coalizão de quatro organizações civis brasileiras: Centro Brasil no Clima, Fundo Casa Socioambiental, Grupo Ambientalista da Bahia e Instituto Climainfo, com apoio do Instituto Clima e Sociedade. O Palanque Virtual ainda contou com o desenvolvimento da Apply Brasil.

A equipe do Plano Nordeste Potência esmiuçou o potencial energético de cada Estado e os projetos que vêm sendo desenvolvidos no campo da energia renovável.

Acesse o Palanque Virtual do Plano Nordeste Potência: https://nordestepotencia.org.br/palanque-virtual/

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui