Polícia Federal prende o presidente da Fecomercio do Rio de Janeiro

0
499

A Polícia Federal prendeu na manhã desta sexta-feira (23) o presidente da Federação do Comércio do Rio de Janeiro (Fecomercio-RJ), Orlando Diniz (foto). A ação é um desdobramento da Operação Calicute, uma das fases da Lava Jato no Estado. Outras três pessoas são alvos de mandado de prisão.

Diniz, além de presidente da Federação do Comércio, também é presidente afastado do Serviço Social do Comércio (Sesc) no Rio de Janeiro. Ele foi afastado do comando em dezembro do ano passado pelo Superior Tribunal de Justiça (STJ), por suspeição de ter cometido irregularidades no comando da entidade.

Orlando Diniz é suspeito de desviar recursos e usar esquemas da organização criminosa de Sérgio Cabral, ex-governador do Estado, para lavagem de dinheiro.

Um dos esquemas envolvia concessionárias de carro. As irregularidades foram detectadas em contratos realizados da Fecomércio.

Somados aos quatro mandados de prisão, ainda há mandados de busca e apreensão a serem cumpridos por agentes da PF.

Os envolvidos são acusados pelos crimes de lavagem de dinheiro, corrupção e pertencimento a organização criminosa. Os agentes da PF fazem ainda buscas na sede do sistema Fecomercio no Rio.

(Com dados da Jovem Pan)

Compartilhe
Aquiles Emir
Editor chefe da Revista e do site do Maranhão Hoje. Sócio-proprietário da Class Mídia – Marketing e Comunicação