Bolsonaro diz que cancelou viagem ao Maranhão por falta de segurança, mas Flávio Dino nega

0
2163
O presidente da República, Jair Bolsonaro, durante desembarque na cidade de Aracaju.

Presidente diz que governador não cedeu Polícia Militar para lhe dar segurança durante visita a Balsas

AQUILES EMIR

Ao longo desta quinta-feira (22), o Governo do Estado se esforçou para desmentir uma série de informações sobre uma suposta recusa do governador Flávio Dino (PCdoB) de oferecer segurança, pela Polícia Militar, ao presidente Jair Bolsonaro na visita que faria a Balsas nesta sexta-feira (23). Tanto o governador quanto o seu secretário de Segurança, Jefferson Portela, desmentem a informação, que foi dada pelo próprio presidente numa entrevista à Rádio Jovem Pan, de São Paul.

Na entrevista à emissora paulista, Bolsonaro foi categórico ao informar que o governador se recusou a ceder a Polícia Militar para garantir sua passagem pela cidade, ou seja, para que pudesse transitar com mais liberdade em meio às pessoas. Prometeu, no entanto, vir ao estado em outra oportunidade.

Ao tomar conhecimento da entrevista, Flávio Dino rebateu: “Acabo de descobrir que a mentira de que eu neguei segurança a Bolsonaro em Balsas partiu dele próprio. Exijo que ele mostre o documento que prova a sua versão”.

Ouça a entrevista de Bolsonaro na Rádio Jovem Pan:

Desmentido – Tão logo tomou conhecimento da notícia que circulava nas redes sociais, o governador Flávio Dino publicou em sua página no Facebook, uma nota da Aliança de Pastores de Balsas (APEB), na qual a entidade afirma desconhecer qualquer agendamento para um encontro dos evangélicos com o presidente.

Segundo Flávio Dino, “alguns irresponsáveis estão mentindo à população de Balsas sobre o cancelamento de uma suposta visita de Bolsonaro à cidade. Não houve nenhuma negativa de segurança a ele. Gostaria que mostrassem o documento que provaria a fantasiosa versão”.

“Sobre o suposto evento da suposta agenda de Bolsonaro em Balsas, que teria sido cancelada por falta de segurança”, escreveu o governador, ao postar a nota:

A imagem pode conter: texto que diz "NOTA DE ESCLARECIMENTO A Aliança de Pastores de Balsas tendo em vista os diversos pedidos de informação de pastores aliançados e ο vídeo que circula nas redes sociais, que irá acontecer um evento com a presença do Presidente Jair Messias Bolsonaro na próxima sexta-feira, dia 23/10/2020, vem por meio desta informar que até esta data, em nenhum momento foi procurada ou informada sobre a realização do evento, tomando conhecimento do mesmo apenas pela divulgação do vídeo. Balsas-MA, 20 de Outubro de 2020 Pr. Natanael da Silva Gomes PRESIDENTE DA APEB APEB APEB -ALIANÇA DE PASTORES EVANGÉLICOS DE BALSAS MA"

Segue a nota do secretário de Segurança Pública, Jefferson Portela:

A imagem pode conter: texto que diz "NOTA DA SECRETARIA DE ESTADO DA SEGURANÇA PUBLICA A Secretaria de Segurança Pública do Maranhão informa que é mentirosa qualquer versão de que foi negada segurança ao Presidente da República pela pasta da Segurança Publica, em suposta visita à cidade de Balsas. SECRETARIA GOVERNO DO SEGURANÇA PUBLICA DE MARANHÃO GOVERNO TODOSNOS"
Compartilhe
Editor chefe da Revista e do site do Maranhão Hoje. Sócio-proprietário da Class Mídia – Marketing e Comunicação