Brandão vistoria obras do Hortomercado da Cidade Operária

0
437

O governador em exercício, Carlos Brandão, visitou, na manhã desta segunda-feira (28), o andamento das obras de reforma e ampliação do novo Hortomercado da Cidade Operária e a construção de vias do projeto Rua Digna nos bairros Santa Bárbara e Ipase de Baixo, em São Luís. Hortomercado da Cidade Operária seguem em ritmo avançado.

“Há uma grande expectativa em torno dessa obra e a gente está vendo aqui o espaço totalmente revitalizado. São vários boxes, totalmente higienizados, com serviço de drenagem, serviço de engenharia na parte elétrica e hidráulica. Enfim, nós vamos ter aqui um grande centro de distribuição de alimentos com qualidade. É uma obra orçada em, aproximadamente, R$ 9 milhões que vai dar qualidade de vida e saúde à população”, destacou Brandão.

Com a obra, 118 feirantes que já comercializam produtos hortifrutis na região, serão beneficiados.

“Era uma demanda antiga da Cidade Operária e acredito que, com mais 90 dias, a obra deve estar pronta para servir a população”, pontuou Carlos Brandão.O novo Hortomercado da Cidade Operária terá boxes padronizados (todos com revestimento cerâmico para facilitar a limpeza), bancadas e balcões em granito, além de grades e portões feitos à base de metalon, metal produzido em aço carbono, resistente à corrosão, ações do tempo e produtos químicos. O espaço contará ainda com uma praça de alimentação com 21 boxes, quiosques e mesas.

Brandão destaca a importância do Rua Digna para geração de emprego e renda (Foto: Handson Chagas)

Rua Digna – Brandão vistoriou também as obras de construção de vias do projeto Mutirão Rua Digna na Vila Vitória, no bairro Santa Bárbara, e no Ipase de Baixo. Ele ressaltou as características do programa, que leva qualidade de vida à população, por meio da geração de trabalho e renda em pequenas obras de pavimentação de ruas com bloquetes construídos por apenados do Sistema Penitenciário do Maranhão.

“É um projeto de custo mais barato e transforma ruas que outrora eram área da lama e poeira em vias pavimentadas, dando exatamente o que o nome diz: dignidade”, sublinhou o governador em exercício.

O projeto ganhou destaque por combinar o viés econômico com a dimensão social, já que gera renda aos moradores que trabalham nas obras e aos comerciantes locais que vendem materiais de construção, além de atuar no processo de ressocialização dos presos de justiça. “Estamos levando para outros municípios. Vários prefeitos já estão solicitando essa experiência. Esse é outro projeto de sucesso do nosso governo”, afirmou o vice-governador.

(Agência Brasil)

 

Compartilhe
Editor chefe da Revista e do site do Maranhão Hoje. Sócio-proprietário da Class Mídia – Marketing e Comunicação