O maior presente é estarmos presentes

0
134

Temos nos empenhado muito para proporcionar uma melhor qualidade de vida a todas elas

CARLOS BRANDÃO*

Este é um fim de semana muito especial. Afinal, domingo celebramos as mulheres mais importantes de nossas vidas. No meu caso, dona Heloísa, a base de tudo para mim e para minhas irmãs e irmãos; e Larissa, minha companheira, o sustentáculo de nossa família e aquela que, ao meu lado, prepara nossos filhos para uma jornada pautada nos valores cristãos. Utilizando as duas como exemplo, homenageio todas as mães maranhenses.

E nos últimos sete anos, temos nos empenhado muito para proporcionar uma melhor qualidade de vida a todas elas. E posso citar algumas iniciativas que se tornaram exitosas. A Casa de Apoio Ninar nasceu para dar assistência de forma integral às crianças com problemas de neurodesenvolvimento, como a microcefalia. A experiência pioneira deu um novo alento a milhares de mães. Outro exemplo é a Casa TEA, que acompanha crianças com Transtorno do Espectro do Autismo e tem se tornado uma referência. As mães que participam do programa Mais Renda estão sendo capacitadas e recebendo kits de negócios para que possam ampliar suas rendas. São muitas as ações desenvolvidas diariamente. Mas sei que podemos e vamos fazer ainda mais, ampliando esses serviços e outros, como a Casa da Mulher Maranhense, que reúne uma rede de enfrentamento à violência, com vários órgãos da justiça e da assistência social, além de prestar atendimento especializado e humanizado às mulheres.

No entanto, com esse artigo, quero deixar uma mensagem mais diretamente ao coração de cada uma, de cada um. Talvez, para uma mãe, o maior dos presentes seja estarmos presentes; sermos presentes. Então, aproveite esse momento para expressar sua gratidão por toda a dedicação que ela entrega. Um abraço apertado, um almoço de lembranças, um bom filme juntos, aproximam e devolvem a ela a segurança e o calor humano que nos deram e que tanto nos ajudaram a crescer.

Cada mãe é única. E como diz o adágio popular: “Mãe só tem uma”. Mas o instinto de proteção, de doação, é inerente a todas. Sem me alongar, nesta data tão cheia de simbolismos, meu desejo é o de que nós, filhos, marquemos presença. Deixemos eventuais dificuldades de lado e celebremos, na companhia delas, a essência da vida. Para mim, esse é um dos significados da palavra “mãe”: VIDA.

E que lembremos sempre de que mãe é mãe todos os dias. Parabéns a todas as mães!

*Governador do Maranhão

Compartilhe
Editor chefe da Revista e do site do Maranhão Hoje. Sócio-proprietário da Class Mídia – Marketing e Comunicação