Representantes das Forças Armadas e do PTB visualizam componentes físicos da urna eletrônica

0
103

TSE também demonstrou o desempenho do equipamento

Nesta sexta-feira (12), representantes das Forças Armadas e do Partido Trabalhista Brasileiro (PTB) que analisam os códigos-fonte do sistema eletrônico de votação na sede do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) tiveram a oportunidade de visualizar de forma detalhada a composição física e o funcionamento da urna eletrônica.

O coordenador de Tecnologia Eleitoral do TSE, Rafael Azevedo, mostrou aos convidados toda a cadeia de segurança do hardware da urna, explicando a completa operacionalidade do equipamento.

Azevedo indagou aos participantes qual urna eles gostariam de analisar, sendo escolhido o modelo UE 2020. A urna então foi aberta, seus componentes foram expostos, e todas as funcionalidades foram explicadas de forma minuciosa pelo servidor do Tribunal.

Rafael Azevedo também demonstrou o desempenho do equipamento, desde quando foi ligado na tomada de energia, passando pela integral performance, simulando uma votação até o desligamento do aparelho.

Desde outubro de 2021, o TSE disponibiliza um espaço exclusivo para que instituições e pessoas possam analisar os códigos-fonte da urna. Já estiveram presentes, no ano passado, integrantes de agremiações partidárias, como o Partido Verde (PV) e o Partido Liberal (PL), e, em 2022, representantes da Controladoria-Geral da União (CGU), do Ministério Público Federal (MPF), da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) e do Senado Federal.

Os representantes das Forças Armadas seguem com a análise do código-fonte até o dia 19 de agosto. O PTB finaliza as atividades esta semana. Ainda está previsto trabalho de inspeção pela Polícia Federal, entre os dias 22 e 26 de agosto.

(Agência Brasil)

Compartilhe
Editor chefe da Revista e do site do Maranhão Hoje. Sócio-proprietário da Class Mídia – Marketing e Comunicação