Polo Agrícola HortCanaã completa dez anos com foco no desenvolvimento sustentável

0
143

Projeto é referência no plantio de cacau e alimentos orgânicos

Referência nacional no plantio de alimentos orgânicos, o Polo Agrícola HortCanaã completou, este ano, uma década de ações sustentáveis, em Paço do Lumiar, região metropolitana de São Luís, no Maranhão. Ao longo deste tempo, o projeto, apoiado pela Eneva, maior empresa integrada de geração de energia e exploração de gás natural, já produziu cerca de 750 toneladas de alimentos orgânicos na região, desde cacau, frutas, verduras e hortaliças, e beneficiou 300 pessoas com a geração de emprego e renda.

O projeto foi criado como fonte de renda alternativa para as famílias de Vila Nova Canaã, que vivem do cultivo do Polo Agrícola. “O programa tem o objetivo de promover a sustentabilidade financeira da vila por meio da agricultura familiar, além gerar empregos e desenvolver autonomia”, explica a coordenadora de Responsabilidade Social da Eneva, Elizabeth Teles.

Com seus 60 hectares de terra destinada à produção agrícola, o polo conta hoje com uma infraestrutura formada por telados, estufas, irrigação automatizada, casa de farinha, casa de higienização, quiosques, galpões, escritório e o Projeto Galinha Caipira.

“Toda a produção tem escoamento e comercialização garantida para as feiras locais, vendas internas e externas, como supermercados e restaurantes. Além das vendas relacionadas aos Programas Públicos como Programa Nacional de Alimentação Escolar, com destino as escolas municipais,”, explica Teles.

Ao longo destes 10 anos, a produção orgânica do Polo foi certificada e obteve o Selo Nacional de Agricultura Familiar. O projeto ainda conquistou prêmios de reconhecimentos nacionais como Prêmio ECO (2010), Prêmio Brasil Ambiental (20217) e Melhores Práticas de Educação Ambiental/ IBAMA (2019).

Também neste período, os agricultores participaram de diversos cursos de capacitação e conquistaram a certificação orgânica sobre toda a sua produção, concedida pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento.

Para os próximos anos, conta Elizabeth Teles, a expectativa é alcançar o mercado de consumo orgânico, com maior diversidade de cultivos, além da ampliação das técnicas e áreas de produção local.

Cultivo pioneiro – O Polo Agrícola HortCanaã foi pioneiro no cultivo de cacau orgânico no estado do Maranhão para produção de chocolates. O projeto foi selecionado por uma chocolateria local para iniciar o primeiro plantio no estado. Pelos próximos dois anos, toda a safra será destinada para fabricação dos doces. A expectativa é de um aumento do plantio de mudas de cacau na região de 2 mil pés da fruta para 36 mil nos próximos três anos.

No município da Região Metropolitana, o cacau orgânico é cultivado através de técnicas agroflorestais, nas quais se combinam espécies de árvores com outras culturas agrícolas ou criação de animais, de forma simultânea. Tudo é feito sem o uso de pesticidas ou fertilizantes.

Compartilhe
Aquiles Emir
Editor chefe da Revista e do site do Maranhão Hoje. Sócio-proprietário da Class Mídia – Marketing e Comunicação