Polônia chora derrota para Colômbia e Panamá comemora gol histórico na goleada para Inglaterra

0
625

Poderia ter sido um “jogo de compadres”. Se Colômbia e Polônia empatassem, ambas iriam para a última rodada com chance de passar da fase de grupos para as oitavas de final da Copa da Rússia sem que uma atrapalhasse os objetivos da outra. Porém, a seleção colombiana, comandada por um James Rodriguez em boa forma, foi impiedosa nos contra-ataques e venceu por 3 x 0, com gols de Mina, Falcão Garcia  e Cuadrado.

A Colômbia jogou para vencer desde o início. Foi mais efetiva no controle da partida no primeiro tempo e chegou ao primeiro gol com o zagueiro Mina, de cabeça. O segundo tempo foi marcado por uma seleção polonesa toda no ataque, enquanto a Colômbia, oportunista, definia a partida em respostas rápidas e certeiras, com Cuadrado, Falcão García e Rodríguez.

Com a vitória, a Colômbia fica em terceiro no grupo H com 3 pontos. Japão e Senegal estão na liderança do grupo. Na última rodada, em um “jogo de vida ou morte”, os sul-americanos enfrentam os senegaleses, e só a vitória interessa. Os poloneses já não têm chance de classificação. Na última rodada, enfrentarão o Japão, que se classifica com apenas o empate.

Empate – Japão e Senegal fizeram um jogo movimentado hoje (24) em Ecaterimburgo, com quatro gols e muita disposição. O empate em 2 x 2 mostrou um Japão veloz, que jogou de igual para igual com um time mais alto e fisicamente mais forte. O empate foi justo e refletiu o que foi o jogo. Os momentos de superioridade se alternaram entre asiáticos e africanos em vários momentos do jogo

O resultado dá aos dois times a vantagem do empate na última rodada para garantirem a classificação. As duas seleções têm 4 pontos no grupo H. Independente do resultado entre Polônia e Colômbia, que jogam ainda hoje, senegaleses e japoneses continuarão nas duas primeiras colocações ao fim desta segunda rodada.

Soccer Football - World Cup - Group G - England vs Panama - Nizhny Novgorod Stadium, Nizhny Novgorod, Russia - June 24, 2018  Panama fans during the match           REUTERS/Matthew Childs

Goleada – O nome de Felipe Baloy jamais será esquecido na história do futebol panamenho. Foi do zagueiro reserva a honra de marcar o primeiro gol do país em Copas do Mundo. Ele entrou em campo aos 23 minutos do segundo tempo contra a Inglaterra para fazer a alegria da torcida. Ao final da partida, Baloy foi o mais abraçado pelo time. E pouco importava que a Inglaterra tivesse marcado seis gols antes desse. Foi um final onde todos na arquibancada, independente do resultado, saíram satisfeitos.

Do outro lado da história, a Inglaterra jogou sem dificuldades, contra um time que deu espaços. O Panamá mudou a forma de jogar em relação à partida contra a Bélgica, quando se fechou toda na defesa, e tentou avançar mais ao ataque. Com isso, foi fácil para os ingleses golearem. O 6×1 de hoje foi a maior goleada registrada até agora neste mundial.

O inglês Harry Kane é o artilheiro da Copa até o momento, com cinco gols. Dos três gols que o centroavante inglês marcou hoje, dois foram em cobranças de pênalti e um foi desviando, ainda que sem querer, um chute do meio-campista Loftus-Cheek.

(Agência Brasil)

Compartilhe
Aquiles Emir
Editor chefe da Revista e do site do Maranhão Hoje. Sócio-proprietário da Class Mídia – Marketing e Comunicação