Ponte enfrenta Fortaleza pressionada pela torcida adversária, mas promete calar o Castelão

0
447

A Ponte Preta vai ter pela frente, nesta sexta-feira (26), no Estádio Castelão, em Fortaleza (CE), um grande desafio para comprovar seu poder de reação e manter acesa a chama para conquistar uma vaga no grupo de elite em 2019.

Por outro lado, o Fortaleza, invicto há cinco jogos – quatro vitórias e um empate -,caminha a passos largos rumo ao acesso e precisa de apenas mais quatro para confirmá-lo matematicamente. Na liderança isolada, o Fortaleza tem 60 pontos.

A Ponte Preta também vem passando por um bom momento. Desde a chegada de Gilson Kleina para o lugar de Marcelo Chamusca, a Macaca conquistou três vitórias em três jogos – CRB, CSA e Figueirense – e subiu na tabela de classificação, aparecendo na oitava posição, com 46 pontos.

A expectativa é de casa para esta partida, e até esta quinta-feira (25), mais de 26,7 mil ingressos foram comercializados. Outros 20 mil são reservados para sócios-torcedores e mais mil de gratuidades, ou seja, provavelmente o Castelão receberá mais de 50 mil pessoas.

Para cima – Para manter os 100% de aproveitamento no comando da Ponte Preta, Gilson Kleina garantiu que o time alvinegro não vai ficar retraído, mesmo reconhecendo a força do adversário, principalmente jogando na Arena Castelão.

“Vamos enfrentar o líder, uma equipe muito regular dentro do campeonato, uma atmosfera de Série A, diante de uma arena lotada (mais de 20 mil ingressos já foram vendidos). Mas se tem um momento para a gente emplacar a quarta vitória é agora, com os pés no chão, tentando manter nossa identidade. Temos que manter a ambição e saber que ainda temos muito o que crescer no campeonato”, afirmou Kleina.

Além de todos esses problemas citados pelo treinador, a Ponte Preta também vai precisar passar por cima de desfalques. Se por um lado o zagueiro Reginaldo retorna de suspensão, o volante Lucas Mineiro recebeu o terceiro amarelo e está de fora, assim como os companheiros de posição João Vitor e Bruno Ramires, lesionados. O lateral-direito Igor continua contundido.

(Com dados do Futebol do Interior)

Compartilhe
Editor chefe da Revista e do site do Maranhão Hoje. Sócio-proprietário da Class Mídia – Marketing e Comunicação