Pela Copa do Brasil, Ponte Preta e Internacional vencem e Avaí e Goiás ficam num empate

0
403

A Ponte Preta levou a melhor no primeiro duelo com o Náutico pela Quarta Fase da Copa do Brasil 2018. Nesta quarta-feira (11), a Macaca superou o Timbu por 3 a 0 no Moisés Lucarelli, em Campinas (SP), e encaminhou a classificação. Com a vitória, o time paulista pode perder por até dois gols de diferença na volta que fica com a vaga.

A Ponte Preta construiu a vitória no primeiro tempo. Com um início arrasador, a Macaca não deu chances ao Timbu e abriu o placar aos 15 minutos com Orinho. Aproveitando o bom momento, o time da casa ampliou aos 19. Felipe Saraiva recebeu lançamento, invadiu a área, driblou dois marcadores e marcou um golaço, 2 a 0. Sem diminuir o ritmo, a equipe paulista foi pra cima e chegou ao terceiro aos 26 minutos com Júnior Santos.

Na volta do intervalo, a Ponte Preta ficou com superioridade numérica logo aos três minutos. Com um jogador a mais, após a expulsão de Jobson, a equipe paulista controlou a partida e garantiu a vitória por 3 a 0.

O Internacional largou na frente do Vitória da Bahia pela quarta fase da Copa do Brasil 2018. Em Porto Alegre (RS), venceu o rubro-negro baiano por 2 a 1 e conquistou a vantagem do empate para a volta em Salvador. No outro duelo iniciado às 19h30, Avaí e Goiás ficaram no 2 a 2 em Florianópolis.

No Beira-Rio, o Internacional foi para cima do Vitória no início da partida e abriu o placar aos 18 minutos. Como elemento surpresa, Patrick invadiu a área, recebeu passe de Rossi e finalizou para fazer 1 a 0. Antes mesmo do intervalo, o Rubro-negro baiano reagiu e deixou tudo igual. Aos 42 minutos, Rhayner aproveitou o rebote e não perdoou, 1 a 1. Na etapa final, D’Alessandro se mostrou decisivo e garantiu a vitória gaúcha por 2 a 1.

Na Ressacada, Avaí e Goiás protagonizaram um duelo equilibrado com um final de jogo eletrizante. Os gols saíram apenas no segundo tempo. Aos 28 minutos, Breno soltou a bomba e colocou o Esmeraldino na frente. Os catarinenses responderam aos 42 minutos e Romulo igualou o marcador, 1 a 1. Sem tempo para comemorar, o time da casa viu Júnio Viçosa recolocar o Goiás em vantagem. Aos 48, porém, Rodrigão aproveitou cruzamento de Maurinho e sacramentou o empate em 2 a 2.

Compartilhe
Aquiles Emir
Editor chefe da Revista e do site do Maranhão Hoje. Sócio-proprietário da Class Mídia – Marketing e Comunicação