Ponte Preta vence Operário do Paraná e se afasta da zona de rebaixamento na Série B

0
86
Ponte Preta foi ao Paraná e conquistou uma importante vitória na noites desta quarta-feira (João Vitor Rezende/AGIF)

André Luiz e Rodrigão marcaram no triunfo da Macaca

A Ponte Preta conseguiu, nesta quarta-feira (22), a primeira vitória fora de casa na Série B. No Germano Kruger, em Ponta Grossa (PR), venceu o Operário do Paraná por 2 a 1. Com o resultado, a equipe paulista chegou aos 29 pontos e subiu para a 14ª posição. Enquanto o Fantasma é o décimo colocado, com 34 pontos.

Em outro desta quarta, no Manoel Barradas, em Salvador (BA), Vitória e Coritiba ficaram no empate sem gols. Com o resultado, o Rubro-Negro chegou aos 25 pontos e segue na zona de rebaixamento. Enquanto o Coxa ocupa o topo da tabela, com 49 pontos somados.

Ponte – A etapa inicial foi de poucas chances, mas muita eficiência no ataque. No Germano Kruger, os visitantes precisaram de duas oportunidades para abrir a contagem. Aos nove, Moisés parou no goleiro Simão. Mas, aos 21, o arqueiro nada pôde fazer diante da finalização certeira de André Luiz. Correndo atrás do prejuízo, o Operário ficou no quase, aos 23, com Djalma Silva. Só que não demorou muito para o time da casa chegar ao empate. Três minutos depois, Paulo Sérgio cobrou falta na trave e Marcelo aproveitou a sobra para fazer 1 a 1. No entanto, minutos antes do intervalo, Moisés fez ótima jogada individual e deixou Rodrigão na boa para recolocar a Ponte em vantagem.

Depois das conversas nos vestiários, o jogo voltou animado para o segundo tempo. Antes dos cinco minutos, os ataques colocaram os goleiros para trabalhar. Richard assustou para a Macaca e Thomaz respondeu para o Fantasma. Na sequência, Richard arriscou mais uma para o time paulista. Enquanto, os mandantes carimbaram a trave com Paulo Sérgio, aos 13. Cinco minutos depois, o Operário teve mais duas chances seguidas. Primeiro, Djalma Silva cobrou falta para boa defesa de Ivan. E, no rebote, Rafael Oller viu Kevin evitar o gol em cima da linha.

Já aos 27, a Ponte Preta passou a jogar com um a menos, após expulsão de André Luiz. Com a vantagem numérica e buscando o resultado, a equipe paranaense foi para cima. Alex Silva, aos 34, tentou o arremate, a bola ainda desviou em Rafael Oller e saiu tirando tinta da trave adversária. Aos 44, os visitantes perderam Fábio Sanches também por cartão vermelho. No tudo ou nada, o Operário montou uma blitz no ataque. Paulo Sérgio e Alan assustaram, mas Ivan garantiu os três pontos para a Macaca.

Compartilhe
Editor chefe da Revista e do site do Maranhão Hoje. Sócio-proprietário da Class Mídia – Marketing e Comunicação