Ponte sobre o Rio Preguiças levará desenvolvimento à região dos Lençóis

8

Obra vai impactar vida de moradores da região

Com um vão de 240 metros de extensão e 12 metros de largura, toda revestida em concreto, a ponte sobre o Rio Preguiças, em Barreirinhas, já está em fase avançada de construção e vai dar acesso ao Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses, fazendo ligação entre a zona urbana e a zona rural do município. A estrutura contará com pistas de rolamento para veículos, pista para pedestres e ciclofaixa.

Além de modernizar a cidade, a obra vai impactar, diretamente, a vida dos moradores da região e de milhares de turistas que desembarcam no local para conhecer o paraíso natural de lagoas e dunas.

A obra, paralisada em abril deste ano pela Justiça Federal após liminar pretendida pelo Ministério Público Federal (MPF), em razão da deficiência de estudos ambientais apontada pelo Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), teve reinicio dos serviços em setembro, depois de decisão judicial proferida no dia 11 do mesmo mês.

Mesmo com a Licença Ambiental conferida pela Secretaria de Estado do Meio Ambiente (Sema), os estudos de impacto ambiental foram reformulados para garantir a preservação e integridade do parque, como controle de acesso, sinalização com placas de advertências e proibições, sinalização do sistema viário nas zonas de dunas, melhoria do acesso ao povoado Atins, registro de construções existente em áreas quilombolas, reordenamento dos acessos ao parque, aumento da fiscalização sobre obras e empreendimento locais, além da implementação de infraestrutura de tratamento de esgotamento sanitário e logística de coleta de resíduos sólidos urbanos com destinação final correta. 

“A reformulação dos estudos ambientais para atender às exigências de preservação do meio ambiente, exigida pelo ICMBio, veio para chamar a nossa atenção e melhorar, ainda mais, o nosso desempenho na construção dessa grande obra que vai melhorar o acesso ao nosso principal destino turístico. A obra está com previsão de entrega para junho de 2024”, destacou o secretário Aparício Bandeira.

Serviços executados – As fundações da ponte já foram finalizadas. As torres de madeira que auxiliavam a execução das fundações foram desmontadas. Também foi realizada a verificação das excentricidades de todas as fundações para garantir que seus eixos estejam coincidentes com o projetado. É uma etapa de garantia de qualidade e segurança da obra.

Serviços em andamento – Demolição da parte superior das fundações para descobrir a ferragem que será parte integrante do bloco de apoio das vigas metálicas (arrasamento). Arrasamentos dos tubulões executados nos eixos 5, 6, 7, 8 e 9. Execução da forma e ferragem do bloco do eixo 5.

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui