Praça Pedro II vai ser reformada numa parceria da Prefeitura e o Iphan

0
1006

A Praça Dom Pedro II, um dos espaços públicos mais significantes de São Luís, vai ser reformada, por meio de uma ação conjunta da Prefeitura Municipal e o Instituto de Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan). Na área funcionam as sedes dos governos do Estado (Palácio dos Leões) e do Município (Palácio La Ravardiere), do Tribunal de Justiça e do Clero.

O Termo de Compromisso para a realização das obras foi assinado nesta quinta-feira (07) pelo prefeito Edivaldo Holanda Júnior e a presidente do Iphan, Kátia Bogéa. As obras devem começar no primeiro semestre de 2018 e contemplam a reforma da fonte e da estátua da Mãe d’Água, de autoria do escultor maranhense Newton Sá.

“Essa obra é importante para o turismo e história da cidade. Tem um grande significado para a população, por ser um espaço de referência do nosso patrimônio arquitetônico e um dos mais visitados pelos maranhenses e turistas. É o retorno à sociedade que ansiava pela recuperação deste espaço e pela visibilidade mundial que confere à nossa cidade”, disse o prefeito Edivaldo Holanda.

Para a presidente do Iphan,  “com essa obra ampla a praça vai recuperar toda sua grandiosidade como elemento artístico desse espaço tão importante para a compreensão da evolução urbana de São Luís, que é Patrimônio Mundial. E ainda, com todos os demais elementos arquitetônicos significativos como a Igreja da Sé, Museu de Arte Sacra, Praça Benedito Leite e os palácios La Ravarière e Leões, o turista vai encontrar a área fundacional da cidade totalmente recuperada”, ressaltou.

“Havia um clamor popular pela revitalização dessa praça e retorno da escultura. Com essa parceria será restaurado e requalificado todo aquele espaço, devolvendo o equipamento urbano a São Luís”, destacou o superintendente do Iphan-MA, Maurício Itapary.

O espaço terá modificado os canteiros, no trecho da fonte e em toda a praça, incluindo as áreas dos palácios do Governo e Município; colocação de novos bancos de concreto e outros de madeira com encosto; melhoras no calçamento; e ações de acessibilidade com faixa de pedestre elevada de acesso à Igreja da Sé; novo revestimento da fonte; e restauração da Pedra Portuguesa. A área vai receber ainda melhorias no sistema de iluminação pública com a troca de lâmpadas e instalação de luminárias artísticas na fonte.

 

 

Compartilhe
Editor chefe da Revista e do site do Maranhão Hoje. Sócio-proprietário da Class Mídia – Marketing e Comunicação