Prefeito de Cedral diz que eleição este ano é uma grande insensatez e prega adiamento para 2022

0
1271

AQUILES EMIR

Apesar de estar diante de uma ampla oportunidade de conquistar um fato inédito na política brasileira – a sexta eleição para um mesmo cargo no Poder Executivo – o prefeito de Cedral, Jadson Passinho Gonçalves, prega o adiamento do pleito deste ano por conta dos efeitos da pandemia de coronavírus. Numa entrevista à revista Maranhão Hoje, que chega às bancas na próxima semana, ele diz que os partidos e prováveis candidatos estão desmobilizados, com dificuldades até para realização de convenções, e o eleitor, além de desmotivado, está inseguro para participar do pleito, temendo aglomerações que possam resultar em infecção pelo covid-19.

Cumprindo seu quinto mandato, com alto índice de aprovação, o que lhe sinaliza com uma reeleição sem problemas, Jadson Gonçalves calcula, no entanto, que a prorrogação de mandatos dos atuais gestores e vereadores seria mais benéfica para o país, pois, além da economia de R$ 2 bilhões do Fundo Eleitoral, verba que poderia ser destinada para outra finalidade, como Saúde, por exemplo, dois anos a mais para os atuais mandatos dariam para concretizar tudo o que poderia ser feito na próxima gestão de quatro anos.

De acordo com o prefeito de Cedral, a unificação dos pleitos municipais com os de governador e presidente, exigiria apenas um fundo eleitoral e poderia-se estabelecer um novo modelo de eleição no país, podendo ser até de cinco em cinco anos, sem direito a reeleição.

Analisando o modelo atual, ele diz que um gestor eleito consome o primeiro ano quase todo apenas com arrumação da casa e correção dos erros do antecessor e o quarto ano é praticamente dedicado a eleição, ou seja, restam praticamente dois anos de gestão, enquanto num mandato de cinco seria mais tempo.

IMAGENS DA CIDADE DE CEDRAL - MA - CEDRAL - MA

Projetos para Cedral – Jadson Gonçalves lamenta profundamente os prejuízos causados pela pandemia de coronavírus, pois isto interrompeu projetos e todas as atenções tiveram de estar focadas apenas no controle do vírus a fim de evitar danos maiores para a população.

Ele diz que pretende realizar nos próximos quatro anos, se as eleições forem mantidas e seja reeleito, alguns projetos que vão transformar a vida da população de Cedral, mas acredita que as ideias que tem em mente poderão ser executadas, sem nenhum prejuízo, em dois anos, caso o mandato fosse prorrogado.

Dentre os projetos que pretende executar, ele elenca como os prioritários:

  • Ampliar a zona urbana, integrando pelo asfalto o centro de povoados mais próximos.
  • Impulsionar o turismo com a criação de uma nova infraestrutura na comunidade de Outeiro, onde fica uma das praias mais movimentadas do município.
  • Facilitar o acesso à praia de Pericaua, uma das mais bonitas do litoral Norte, o que fará com que o município atraia mais turistas.
  • Homologação do aeroporto do município, com a criação de pista de pouso e decolagem, o que completaria a qualidade dos serviços do transporte aérea na região, já que é um dos poucos da região com terminal de passageiros.
  • Construção de um estádio de futebol.
  • Implantação do ensino superior com a criação de um campus universitário em parceria com a Universidade Federal do Maranhão.
Compartilhe
Editor chefe da Revista e do site do Maranhão Hoje. Sócio-proprietário da Class Mídia – Marketing e Comunicação