Prefeito de São Luís e secretário estadual da Saúde mantêm vacinação de adolescentes

0
141

Prefeito da capital e secretário estadual da Saúde mantêm vacinação, apesar das recomendações contrárias

AQUILES EMIR

Apesar da orientação do Ministério da Saúde para que seja evitada a vacinação de jovens e adolescentes sem comorbidades contra covid-19, o prefeito Eduardo Braide assegura a continuidade da imunização desse público, em São Luís. Ele se baseia num comunicado da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), segundo o qual a vacinação com Pfizer pode ser feita sem problemas.

Já o secretário estadual de Saúde, Carlos Lula, anunciou que estados e municípios não vão seguir a determinação do ministério, que ele considera absurda. “Absurdo é pouco para adjetivar essa decisão. O Ministério da Saúde jogou hoje na lata de lixo o que restava do PNI. Estados e municípios não irão seguir a orientação do Ministério. Simples assim.”, disse ele.

Carlos Lula, que é presidente do Conselho Nacional dos Secretários Estaduais de Saúde (Conass), divulgou ainda uma nota conjunta assinada com o Conselho Nacional dos Secretários Municipais de Saúde (Conasems), na qual diz que não cumprirão a medida.

Eis a nota do prefeito de São Luís, Eduardo Braide:

 

 

Eis a carta dos conselhos dos secretários de saúde:

Compartilhe
Editor chefe da Revista e do site do Maranhão Hoje. Sócio-proprietário da Class Mídia – Marketing e Comunicação