Prefeitura de São Luís entrega Mercado do Coroadinho, o primeiro de dez que estão sendo reconstruídos

0
59

O prefeito Edivaldo Holanda Junior entregou nesta quinta-feira (30) o novo Mercado do Coroadinho, o primeiro de um pacote de dez mercados que estão sendo reconstruídos por meio do programa São Luís em Obras. Os feirantes que trabalham no local e consumidores receberam o novo espaço com muita alegria já que agora terão condições dignas de trabalho e a certeza de que os produtos vendidos estarão dentro das condições sanitárias.

Também estão sendo reformados pelo gestor os equipamentos do Monte Castelo, Cohab, Santo Antônio, Bom Jesus, Vila Bacanga, Anil, São Francisco, Santa Cruz e Tulhas (Praia Grande).

“Estamos entregando um novo mercado aos feirantes e consumidores. O antigo mercado estava totalmente insalubre. É um equipamento que garante condições mais dignas de trabalho aos feirantes e produtos com mais qualidade à população do bairro. O Mercado do Coroadinho é o primeiro de um conjunto de dez que estamos reconstruindo. Os próximos a serem entregues serão os mercados das Tulhas (Praia Grande) e do Anil e, até o fim do ano, iremos entregar todos os demais. Esta é mais uma frente importante do programa São Luís em Obras, por meio do qual estamos reestruturando os mercados da cidade e levando diversas obras de infraestrutura para todas das regiões de São Luís”, disse o prefeito.

Durante a entrega ele esteve acompanhado da primeira dama, Camila Holanda; do vice-prefeito, Julio Pinheiro; dos secretários municipais de Agricultura, Pesca e Abastecimento, Emerson Macedo; de Obras e Serviços Públicos, Antonio Araújo; Relações Parlamentares, Nonato Chocolate; e dos vereadores Ivaldo Rodrigues e Nato Junior.

De acordo com o vice-prefeito, Julio Pinheiro, a entrega do mercado é um dos compromissos da gestão do prefeito Edivaldo. “A falta de estrutura dos mercados de São Luís era um problema que precisava ser enfrentado e superado. O prefeito Edivaldo assumiu este compromisso com a cidade e hoje entrega o primeiro dos dez que estamos reconstruindo. Todos estão recebendo obras estruturantes que vão garantir mais dignidade aos feirantes e mais saúde à população na compra do seu alimento”, afirmou.

“É um equipamento que garante condições mais dignas de trabalho aos feirantes e produtos com mais qualidade à população do bairro”, disse Edivaldo Holanda (camisa azul)

Mercado – O novo mercado do Coroadinho tem área total de 656 metros quadrados e entre boxes e bancas e vai beneficiar 112 feirantes que trabalham no local e agora contam com uma estrutura totalmente nova, seguindo todos os padrões de segurança e sanitários. O espaço conta com pias em todas as entradas para que os consumidores possam higienizar as mãos antes de comprarem os produtos.

Os boxes e bancas também contam com pias, revestimento em cerâmica, instalações elétricas, iluminação. Os que manipulam alimentos contam ainda com tubulação de gás. Todos os espaços são padronizados para garantir que cada feirante possa comercializar seus produtos com conforto e de forma organizada.

O mercado ganhou novo piso e cobertura, ventilação natural, saídas de emergência e sistema contra incêndio, monitores de videomonitoramento, área administrativa, banheiros para uso pelos públicos masculino e feminino. O projeto também respeita as normas de acessibilidade, por isso, foram feitas rampas de acesso para pessoas com mobilidade reduzida ou em cadeira de rodas, piso táctil para deficientes visuais e banheiro para uso por pessoas com mobilidade reduzida ou em cadeira de rodas.

Também foi feita a recuperação das vias do entorno com a execução de serviços de recuperação das tampas de drenagem da Avenida Amália Saldanha e ruas de acesso ao mercado. As ruas ao redor receberam nova pavimentação. Serviços necessários para garantir o acesso de consumidores e feirantes ao local. “Todo o projeto foi pensado para entregar à comunidade um mercado moderno e que atendesse a todas as necessidades de feirantes e consumidores. Por isso, demolimos toda a antiga estrutura e construímos um novo mercado da fundação ao teto”, disse o titular da Semosp, Antonio Araújo.

(Agência São Luís de Notícia)

Compartilhe
Aquiles Emir
Editor chefe da Revista e do site do Maranhão Hoje. Sócio-proprietário da Class Mídia – Marketing e Comunicação

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui