Prefeitura inaugura sala de acolhimento construída pela Vale na UEB Carlos Saads

0
890

Com capacidade para receber até 25 crianças entre quatro e 10 anos, foi inaugurada nesta sexta-feira (20), na U.E.B. Carlos Saads, na Vila Mauro Fecury, a Sala de Acolhimento  com estrutura física completamente adaptada, com mobiliários e materiais lúdico-pedagógicos adequados. O investimento é da mineradora Vale, que firmou parceria com a Prefeitura de São Luís.

Dorgival Pereira, diretor da Vale, parabenizou a iniciativa da Prefeitura e a parceria firmada. “É um orgulho para a Fundação Vale fazer parte deste projeto pioneiro no Estado”, destacou. Andreia Prestes assinalou a importância do programa “Escola que Acolhe” para o desenvolvimento do EJA na capital maranhense, enfatizando que o maior retorno para a Fundação é a contribuição para o desenvolvimento territorial.

O vigilante Daniel Estrela, representante dos pais no Conselho Escolar da U.E.B. Carlos Saads, destacou a carência da comunidade. “A maioria das mães não tem com quem deixar os filhos para estudar. Esta sala de acolhimento abre uma oportunidade única na vida de muitas famílias”, acrescentou.

 

A professora Áurea Borges conta que o projeto foi aprovado ainda no fim do primeiro semestre letivo de 2017, tendo sido feitas reuniões técnicas de planejamento com os parceiros envolvidos – Semed, Fundação Vale e também o Instituto Formação, órgão executor das formações do Projeto – e, em seguida, rodas de conversa com a participação de gestores, coordenadores e professores das três escolas selecionadas para a implantação do projeto piloto.

As rodas de conversa aconteceram na sede do Instituto Formação, no mês de agosto, tendo a participação da Coordenadoria Municipal da Mulher, que estará presente, em ações específicas nas salas de aula da EJA, para discutir com os estudantes temáticas de gênero e a condição feminina no contexto escolar.

Compartilhe
Aquiles Emir
Editor chefe da Revista e do site do Maranhão Hoje. Sócio-proprietário da Class Mídia – Marketing e Comunicação