Presidente da CNI diz que indefinição na sucessão presidencial é preocupante

0
583

AQUILES EMIR

O presidente da Confederação Nacional da Indústria (CNI), Robson Braga de Andrade, que nesta sexta-feira (10) foi diplomado Cidadão Maranhense, na Assembleia Legislativa, manifestou preocupação com o rumo da sucessão presidencial, pois, faltando cerca de cinco meses para a eleição em primeiro turno, até o momento não se sabe nem quem são os candidatos. “A todo momento ocorre uma desistência”, reclamou, dizendo que ainda não ficou definido qual o nome que melhor defenderá o pensamento do empresariado, já que está tudo muito indefinido.

Para Robson de Andrade o prioritário nesta campanha, para o empresariado, é o surgimento de um nome que esteja afinado com as reformas, os programas de geração de emprego, estímulo à produção… Ele, que na visita anterior a São Luís, em setembro do ano passado, disse que Michel Temer (MDB) é o melhor presidente que o Brasil já teve nos últimos anos, disse que seria importante aparecer alguém que queira defender o seu legado.

Robson de Andrade se esquivou de analisar nomes, mesmo quando indagado sobre o que pensa de uma eventual candidatura do ex-ministro da Fazenda Henrique Meireles (MDB) ou a possibilidade de o ex-presidente Lula ser impedido de concorrer. “Não vou fazer análise em cima de nomes, mas de ideias”, disse ele.

O presidente da CNI disse que a homenagem recebida na Assembleia Legislativa aumenta seus compromissos com o Maranhão, no que diz respeito ao apoio de programas de desenvolvimento econômico, via Federação das Indústrias (Fiema); educacionais, pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai); e sociais, pelo Serviço Social da Indústria (Sesi).

Além da homenagem na Assembleia, ele inaugurou uma unidade do Senai no município de Rosário. Ainda na sua agenda em São Luís, está prevista a entrega da Medalha do Mérito Industrial ao empresário Parmênio de Carvalho, presidente do Grupo Canopus, em solenidade no Blue Tree Towes São Luís, onde receberá a Medalha do Mérito Timbira, do governador Flávio Dino (PCdoB).

Compartilhe
Aquiles Emir
Editor chefe da Revista e do site do Maranhão Hoje. Sócio-proprietário da Class Mídia – Marketing e Comunicação