Presidente da CPI diz que culpados pelas mortes por covid-19 serão punidos

0
183

Nota é assinada por sete membros titulares da CPI

O senador Omar Aziz (PSD-AM), que preside a Comissão Parlamentar de Inquérito que investiga as mortes pela pandemia de Covid-19 (CPI da Pandemia) divulgou nota, na noite deste sábado (19), data em que o Brasil ultrapassou as 500 mil mortes por covid-19. Aziz diz que os culpados por essa tragédia, antes da Justiça Divina, serão punidos pela Justiça dos Homens.
Em seu Twitter, ele postou três mensagens sobre o tema:
“Temos consciência que nenhuma palavra é suficiente para consolar e superar a dor das perdas de nossas famílias. São 500 mil sonhos interrompidos, 500 mil vidas ceifadas precocemente, 500 mil planos, desejos e projetos”, disse na primeira.
“Meio milhão de vidas que poderiam ter sido poupadas, com bom-senso, escolhas acertadas e respeito à ciência. Asseguramos que os responsáveis pagarão por seus erros, omissões, desprezos e deboches. Não chegamos a esse quadro devastador, desumano, por acaso”, completou.
“Há culpados e eles, no que depender da CPI, serão punidos exemplarmente. Os crimes contra a humanidade, os morticínios e os genocídios não se apagam, nem prescrevem. Eles se eternizam e, antes da justiça Divina, eles se encontrarão com a justiça dos homens”, concluiu.
Compartilhe
Editor chefe da Revista e do site do Maranhão Hoje. Sócio-proprietário da Class Mídia – Marketing e Comunicação