Presidente da Fiema, Edilson Baldez, pede pacificação na política

0
176
O empresário Benedito Mendes, ao lado de Amaro de Araújo, que representou a Confederação Nacional da Indústrias (CNI), Amaro de Araújo (E), e o presidente da Fiema, Edilson Baldez, exibindo o diploma do Mérito Industrial

GIRO ECONÔMICO

Ao participar, quinta-feira (26), da solenidade de entrega da Medalha do Mérito Industrial ao empresário Benedito Bezerra Mendes, o presidente da Federação das Indústrias do Maranhão (Fiema), Edilson Baldez, fez um apelo ao entendimento político, pois, segundo ele, o Brasil tem pautas mais urgentes para debater. Na mesma linha, o presidente da Federação das Indústrias do Rio Grande do Norte (FIERN), Amaro Sales de Araújo, que representou a Confederação Nacional da Indústria (CNI), disse que o empresário está mais preocupado em produzir do que em debater política.

Baldez destacou que o Brasil vem enfrentando uma grave crise política, o que não é bom para nenhum segmento, e enquanto isto as reformas que o país tanto necessita para se desenvolver estão ficando em segundo plano, como é o caso da tributária, há anos debatida e nunca votada no Congresso Nacional

O presidente da Fiema fez questão de ressaltar que, apesar da crise, o setor empresarial continua produzindo e manifestando otimismo com o país, sinal de que necessita de um ambiente tranquilo para poder contribuir mais ainda com o desenvolvimento nacional.

Workshop do Senac – O Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac) realiza, de 13 a 17 de setembro, em todas suas unidades educacionais, o Workshop “Inovação, Produtividade e Ação”, que objetiva promover ações que fomentem a prospecção de novos clientes com foco na qualificação e requalificação profissional, alinhados às novas tendências do mundo do trabalho. O evento vai desenvolver workshops com temas relacionados à Tecnologia, Beleza, Gastronomia, Gestão, Comunicação e Moda.

Inauguração da Havan – Com inauguração marcada para esta quinta-feira (02 de setembro), a filial da Havan, no bairro da Cohama, em São Luís, como já era previsto, virou ponto de visitação tanto por moradores da cidade quanto por quem está aqui a passeio ou a negócios. A réplica da Estátua da Liberdade, tão criticada por segmentos dos meios artístico, intelectuais e até mesmo político é uma atração à parte. O seu proprietário, Luciano Hang, diz a empresa vem para ajudar o Maranhão a se desenvolver, por isto lamenta as críticas feitas a ela.

Eleição na Academia – O advogado e procurador do Estado Daniel Blume conquistou sua dupla imortalidade, pois foi eleito, semana passada, membro da Academia Maranhense de Letras, onde ocupará a cadeira que pertencia a Milson Coutinho. Antes ele já havia sido eleito para a Academia Ludovicense de Letras, da qual foi presidente.

Liquida Bazar – De 13 a 18 de setembro, 38 cidades maranhenses estarão envolvidas na maior ação de mercado do ano no Maranhão. Trata-se do Liquida Bazar, organizado pelo Sebrae-MA, que tem a expectativa de gerar um movimento superior a R$ 15 milhões. A ação mobilizará empresas de varejo e serviços, em um movimento coletivo de oportunidades para aquecer as vendas dos pequenos negócios neste momento de retomada das atividades empresariais com mais força à medida em que evolui o quadro de vacinação no estado.

Número cem – Editada pela Class Mídia Comunicação & Marketing, a revista Maranhão Hoje quebrou um recorde neste segmento de comunicação no estado, ao alcançar, no mês de agosto, a edição de número cem, ou seja, cem meses de circulação ininterruptas, desempenho antes nunca alcançado por esse tipo de publicação, sendo que algumas iniciativas sequer chegaram ao quinto ano, e MH passou dos sete. Nascida quando já se anunciava a precariedade dos veículos impressos, a revista é um desafio às pregações de especialistas.

Compartilhe
Editor chefe da Revista e do site do Maranhão Hoje. Sócio-proprietário da Class Mídia – Marketing e Comunicação